Misha Collins, de Supernatural, ajuda mulheres sobreviventes de genocídio

Ator usou parte do lucro arrecadado com sua ONG para ajudar vítimas de violência em Ruanda.

O ator Misha Collins, conhecido por interpretador Castiel em Supernatural, revelou em entrevista ao site Entertainment Weekly que ajudou diversos sobreviventes do genocídio em Ruanda, em especial mulheres. O dinheiro veio da ONG criada pelo americano, chamada GISH (The Greatest Intertanional Scavenger Hunt). Para estimular as doações, Misha promove caças ao tesouro virtuais com seus fãs e cerca de US$ 265 mil foram doados para aproximadamente 250 africanas.

O genocídio em Ruanda, país localizado na região dos Grandes Lagos, na África, começou em 1994, quando Hutus e Tutsis entraram em conflito. O primeiro povo era maioria no país e mantido pela agricultura. O segundo era minoria e mantinha a cultura da pecuária. Apesar de os Tutsis serem menores em quantidade, acabaram se tornando mais ricos e, devido a uma série de outros fatores, a diferença econômica se tornou motivo de guerra. Como eram maioria, os Hutus formaram um exército maior. Estima-se que, em três meses, quase um milhão de Tutsis tenham sido mortos. Entre 2002 e 2012, um tribunal, chamado Gacaca, foi criado e mais de duas milhões de pessoas foram julgadas. A sombra do genocídio continua até hoje e o país ainda vive uma política de repressão. É aquela coisa: os buracos são vários e muito mais embaixo, mas, para entender a história de Misha Collins, essas informações bastam.

O Castiel de Supernatural ouviu uma história de uma mulher chamada Olive, que estava no hospital e tinha acabado de dar à luz quando o genocídio começou. Militares invadiram o local em que ela estava e pediram para que todos saíssem. Foi um assassinato em massa, mas Olive conseguiu escapar. Ela se fingiu de morta e continuou assim durante cerca de três dias, quando os militares deixaram o local e ela se sentiu segura novamente. Ao voltar para o hospital, um milagre: seu bebê ainda estava vivo. O ator foi atrás dessa pessoa e disse que gostaria de ajudá-la. A africana, contudo, disse que não se sentiria confortável em receber toda a ajuda e ver outras companheiras, que também sobreviveram ao genocídio, ao léu. Collins então decidiu que realmente seria mais justo estender sua doação.

“Eu mal posso dizer o quão gratificante é”, contou à publicação. O ator também aproveitou para agradecer todos os seus fãs, que fazem doações e ajudam Misha a mudar tantas realidades pelo mundo. “Fico honrado de poder ajudar pessoas como Olive, que, em meio a tanto sofrimento, consegue perdoar, ser gentil e generosa”, emocionou-se.

 (Reprodução/Reprodução)

Deus, manda mais uns anjos caídos desses pra terra, por favor!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s