Malu Pizzatto revela como é fazer parte de Malhação

A atriz contou à CAPRICHO sobre como foi realizar o sonho de atuar na novela

A realização de um sonho. Assim Malu Pizzatto comemora o trabalho em Malhação, novela que cresceu assistindo. Como a personagem Martinha, a atriz já se apaixonou por alguns meninos e não foi correspondida. Aos 19 anos, ela entrega que nas horas vagas gosta de pintar e praticar esportes como jiu-jítsu.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

CH: É verdade que você sempre quis interpretar um personagem em Malhação?

MALU PIZZATTO: Eu cresci assistindo a novela. Sempre sonhei em ser atriz. Meu pai (Marcelo Pizzatto) sempre me filmava na escola e eu liderava os eventos culturais por lá. Quando recebi a notícia de que estava no elenco de Malhação, a ficha demorou a cair. Demorei mesmo para entender que estava fazendo parte da novela.

CH: Como foi se assistir pela primeira vez em Malhação?

MALU: Foi surreal! Quando vi minhas primeiras cenas, eu estava em casa, sentada no sofá, e nem acreditei que era eu ali na TV. E poder dar vida à Martinha é uma realização. Ela é uma menina para quem a amizade vem acima de tudo. Isso define bem ela. Pode ser pouco paciente, mas é uma garota de valores.

CH: Na trama, Martinha se apaixona por Jabá, que está começando a se envolver com a melhor amiga dela, a Juliana. Algo parecido já aconteceu com você?

MALU: Já! Acho que todo mundo já passou por isso um dia, né? Mas para mim a amizade sempre foi mais importante que qualquer namoro. Eu sempre fui muito amiga dos meninos e boa parte deles me via como amiga, então não correspondiam ao que eu queria. Alguns ainda gostavam das minhas amigas e pediam para fazer a ponte com elas. (risos)

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

CH: E você fazia?

MALU: Eu, orgulhosa, fazia a ponte e depois chorava no meu quarto. (risos) Mas o tempo passava e ficava tudo bem. Não sou de remoer as coisas por muito tempo. Toco a vida!

CH: Você saiu de Campo Mourão, no Paraná, aos 15 anos, para seu primeiro trabalho na TV, que aconteceu em Balacobaco, na Record…

MALU: Esse trabalho foi importante porque me trouxe para o Rio de Janeiro. Aos 15 anos, eu saí da cidade onde eu morava, Campo Mourão, para fazer novela. Eu vim com a minha mãe (Jaqueline Pizzatto) e o começo foi bem difícil. Deixei minha vida, meus amigos, tudo o que eu tinha na cidade que cresci para investir no sonho de ser atriz. Os primeiros meses foram complicados demais. Mas, aos poucos, fui fazendo novos amigos e me adaptando.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

CH: É verdade que você pinta quadros?

MALU: Sim, mas ultimamente minha vida está tão corrida que não tenho pintado muito.  A pintura me faz relaxar e, ao mesmo tempo e é algo que me dá muito prazer. Eu vou criando o que vem na cabeça, gosto de reproduzir desenhos. Dei um quadro do Pequeno Príncipe para o meu pai, que é pediatra, e ele colocou no consultório dele.

CH: Fora isso, o que você curte fazer nas horas vagas? 

MALU: Adoro esporte. Sempre fiz dança, sapateado, hip hop e balé. Aí fui conhecer o kickboxing e o jiu-jítsu e não parei mais! Eu quis aprender essas modalidades para me defender e descobri como as duas são prazerosas. É ótimo para descarregar a adrenalina do dia a dia. (risos)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s