Luísa Sonza se sentiu aliviada depois que Whindersson reconheceu depressão

A cantora disse que o fato de ele reconhecer que tinha a doença o incentivou a buscar ajuda

Luísa Sonza está no auge da carreira e acabou de lançar seu primeiro álbum, Pandora, mas isso não significa que ela não tenha que enfrentar momentos mais complicados na vida pessoal… Nesta quinta-feira (27), a cantora falou sobre a depressão que o marido, Whindersson Nunes, vem enfrentando.

luisa-sonza-encontro-com-fatima Luísa Sonza fala sobre depressão de Whindersson Nunes no Encontro com Fátima Bernardes

Luísa Sonza fala sobre depressão de Whindersson Nunes no Encontro com Fátima Bernardes (Reprodução/Globo)

Em entrevista ao programa Encontro com Fátima Bernardes, Luísa contou que já tinha percebido que algo estava errado com o youtuber, mas que ele só enxergou que precisava de ajuda depois de desabafar com os fãs nas redes sociais. Na ocasião, ele postou uma série de tuítes nos quais falava sobre decepcionar os outros e não conseguir se ajudar. “Eu sinto um angústia todos os dias, todos os dias, algumas risadas, algumas brincadeiras e depois lá estou eu de novo com esse sentimento ruim. Me sinto mal por não poder me ajudar, mesmo eu às vezes ajudando alguém, eu procuro ajuda nos amigos, na família, mas eu me sinto tão triste, tão triste”, escreveu Whindersson na época.

“Eu acho que ele se deu conta naquele momento, mas eu já vinha vendo isso e tentando ajudá-lo de várias formas. Eu já vinha sentindo há quase ano e vinha falando: ‘Amor, vamos fazer terapia’. Aí ele ia, começava e parava”, revelou Luísa. “Era claramente um sintoma da depressão, a dificuldade de você se ajudar e ainda negar pra si mesmo que você está passando por isso. Aí, quando ele viu como estava de verdade, foi um alívio pra mim. Afinal, a partir daí ele poderia se ajudar de fato e entender que é uma doença”, completou Luísa.

A apresentadora também mostrou um texto escrito por Whindersson no qual ele dizia que Luísa era sua rocha e “a pessoa mais incrível que já conheci”. Emocionada, ela contou que faz o que pode para ajudar aqueles que ama. “Quando é uma pessoa importante pra você, você faz de tudo pra ajudar. Não é um trabalho ou uma dificuldade. Acho que é o mínimo como ser humano, independente dele ser meu marido, estar perto perto e ajudar da forma que puder. Óbvio que a gente tem uma responsabilidade, como ser humano, mas essa é para com qualquer pessoa que esteja passando por isso”, disse.

Fofa, né? E lembre-se: se você está passando por problemas, se sente triste ou não vê razão na vida há algum tempo, procure ajuda, seja com alguém que você conhece, um psicólogo ou com o CVV (Centro de Valorização da Vida), uma organização que realiza apoio emocional gratuito para todas as pessoas que desejam conversar por telefone, e-mail ou chat.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s