Kéfera desabafa: “Falta vocês melhorarem como seres humanos”

Após acusações de ter feito blackface, a youtuber partiu em defesa do namorado

A paródia que Kéfera e Gusta Stockler fizeram para a música Work, de Rihanna e Drake, está dando o que falar. Depois de muita gente acusar o youtuber de ter feito blackface (uma prática considerada racista, que consiste em pintar o rosto de forma exagerada para interpretar negros), e Gusta se defender no Facebook dizendo que tinha nascido daquela cor, foi a vez da própria Kéfera defender o namorado e o trabalho.

//instagram.com/p/BEH3WAnA3m4/embed/

Em seu Snapchat, a garota desabafou um pouco depois que o vídeo foi publicado. “Este é o Gustavo, aqui é o antes e o depois (dele fantasiado como Drake). Se você não estiver com nenhum problema oftalmológico ou não for daltônico, você vai perceber que é o mesmo tom de pele (nas duas fotos), ou seja, não existiu blackface. Ninguem alterou o tom de pele para fazer isso”, completou. “O Gustavo tem descendência indígena e tem a pele mais morena. Tiveram pessoas que falaram que por isso ele não é negro e que foi blackface, sim. Primeiro: essa pessoa está completamente equivocada. O tom de pele dele não foi alterado”, contou Kéfera.

Depois, a youtuber explicou que em uma das fotos postadas pelo namorado no Instagram, é possível ver a testa dele um tom mais escuro do que sua pele, sim. Mas, segundo ela, isso aconteceu no final das gravações porque a tinta usada para fazer o cabelo estava derretendo por causa do calor e acabou se misturando com a base que ele estava usando.

“Muitas pessoas infelizmente não conseguem aceitar quando uma pessoa está se dando bem no trabalho que faz e tentam arranjar argumentos para xingar, para difamar, para tentar tirar um pouco do sucesso. A essas pessoas, primeiro eu indico um psciólogo. Segundo, desejo muita luz pro coração de vocês. Falta vocês melhorarem como seres humanos. Não é porque vocês se incomodam com o sucesso alheio que as pessoas vão parar de fazer sucesso. Pensem quando acusarem alguém de alguma coisa. Racista, eu? Sério? Não”, terminou Kéfera.

Mais tarde, o vídeo foi tirado do ar após a editora Warner Chappell reivindicar direitos autorais.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s