Kanye West é hospitalizado para exames psiquiátricos

O cantor foi internado após cancelar sua turnê repentinamente

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 22 nov 2016, 12h27 - Publicado em 22 nov 2016, 12h25

2016 não está sendo fácil para Kim Kardashian e Kanye West. De acordo com o site TMZ, o cantor foi hospitalizado nesta segunda-feira (21) após “entrar em uma espiral fora do controle”.

Jason Kempin/Getty Images
Jason Kempin/Getty Images Jason Kempin/Getty Images

De acordo com o Departamento de Polícia de Los Angeles, oficiais atenderam a uma ligação de emergência de uma ocorrência em West Hollywood às 13h20 da tarde. O Departamento de Bombeiros da cidade afirmou que transportou um homem adulto “clinicamente estável” para um hospital para fazer um check-up.

Fontes do TMZ confirmaram que o homem era Kanye West e que o cantor estava na casa de seu personal trainer, Harley Pasternak, quando tudo aconteceu. O rapper teria mantido a calma após a chegada dos paramédicos, mas mostrou resistência para ir ao hospital. Mais tarde, ele teria sido convencido por seu empresário a checar sua saúde, mas teve que ser algemado a uma maca durante o caminho até o Centro Médico Ronald Reagan (essa medida faz parte do protocolo da polícia).

Jamie McCarthy/Getty Images for Harper's Bazaar
Jamie McCarthy/Getty Images for Harper’s Bazaar

De acordo com uma fonte da revista People, Kanye está “exausto e recentemente vem lidando com insônia”.

Continua após a publicidade

Tudo aconteceu após Kanye se envolver em diversas polêmicas no último fim de semana. No sábado (19), o cantor apareceu para um show na cidade de Sacramento uma hora atrasado e fez acusações perigosas sobre Beyoncé e Jay-Z. Ele também disse que, se tivesse votado para presidente dos Estados Unidos, teria sido em Donaldo Trump.

Um dia depois, ele cancelou uma apresentação em Los Angeles horas antes do show começar, o que deixou muitos fãs inconformados. No início da segunda-feira, Kanye cancelou o restante de shows de sua turnê, a Saint Pablo Tour.

Kim Kardashian, que deveria retornar aos tapetes vermelhos na noite desta segunda após o assalto em Paris, cancelou sua participação no Angel Ball em Nova York e correu para encontrar o marido no hospital, em Los Angeles. O baile beneficente destinava fundos para pesquisas contra o câncer e homenageou o pai das Kardashians, Robert, que morreu de câncer no esôfago em 2003. As irmãs da socialite, Khloé e Kourtney, e a mãe dela, Kris Jenner, compareceram ao evento.

 

Publicidade