Gigi Hadid e outros famosos saem em defesa de Taylor Swift após música de Kanye West

Gigi Hadid, Jamie Hunt e Mario Lopez ficaram chocados com o ocorrido

A noite de quinta-feira (11/2) foi de barraco no mundo da música! É que Kanye West apresentou seu novo álbum, o The Life of Pablo, durante o desfile da nova coleção da sua marca Yeezy, e uma das músicas, Famous, faz uma referência machista a Taylor Swift . “Eu sinto que eu e Taylor ainda deveriamos fazer sexo. Eu fiz essa vadia famosa”, diz o rapper na letra.

Claramente, a nova música de Kanye chocou um monte de gente, que logo saiu em defesa de Tay. Selena Gomez e Martha Hunt, bests da cantora, curtiram o vídeo em que Austin, o irmão de Tay, aparece jogando os tênis criados por Kanye West no lixo. Calvin Harris, namorado da cantora, comentou “LOOOOOOOOOOL” no vídeo.

Jaime King, uma das melhores amigas de Tay e mãe de seu afilhado, removeu um post em seu Tumblr sobre a coleção da Yeezy e comentou no Twitter: “Estou muito triste e desapontada neste momento. Eu fico do lado de minha irmã. Sempre”.

Gigi Hadid e Karlie Kloss estavam no desfile da nova coleção do rapper e se mostraram chocadas quando a música começou a tocar. Mas tarde, Gigi correu para o Twitter para explicar o ocorrido. “Minha presença em um lugar não significa que eu concorde com tudo o que está sendo dito na música que está sendo tocada ali. Minhas amigas sabem com quem está minha lealdade”, escreveu.

O ator e apresentador Mario Lopez pode não fazer parte do squad da Taylor, mas também saiu em defesa da cantora. “Então, o Kanye acha que fez a Taylor ficar famosa por que exatamente? Por interrompê-la enquanto ela estava ganhando um prêmio? Ok, isso faz sentido…”, tuitou, fazendo referência ao VMA de 2009, quando o rapper invadiu o palco após Tay receber o prêmio de Melhor Clipe Feminino, roubou o microfone da mão da cantora e disse que quem deveria ganhar o troféu era Beyoncé .

A atriz Ruby Rose foi mais fundo. “Muitos limites ultrapassados. Se eu me colocasse no lugar das mulheres que ele machucou recentemente. Vítimas de Bill Cosby, o negócio da vadia, Amber… e agora minha querida amiga Taylor, antes de um grande momento para ela. Eu ainda posso apoiá-lo e me chamar de feminista? Um amigo? Não”, escreveu. O texto de Ryby se refere a alguns atos de Kanye nos últimos dias, como a defesa dele em relação ao comediante Bill Cosby, acusado de abusar sexualmente de mais de 50 mulheres e a briga dele com Wiz Khalifa, quando xingou sua ex-namorada, Amber Rose, de vadia.

Após boatos de que Taylor teria dado sua autorização a Kanye para fazer a música (oi? quem seria louco a esse ponto?), o representante da cantora disse: “Kanye não pediu aprovação, mas perguntou se Taylor lançaria o single Famous em sua conta no Twitter. Ela recusou e o avisou sobre os perigos de lançar uma música com uma mensagem misógina tão forte. Taylor nunca soube qual era a letra realmente”.

A cantora ainda não se manifestou sobre o caso, mas uma coisa a gente já sabe: nunca mexa com o esquadrão de Taylor!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s