Eddie Redmayne: “Existem vídeos meus bem humilhantes por aí”

Os atores de Animais Fantásticos e Onde Habitam contaram detalhes das gravações do filme à CAPRICHO

Ludmilla mandou avisar que é hoje, minha gente! Animais Fantásticos e Onde Habitam finalmente chegou aos cinemas nesta quinta-feira (17). O filme, escrito por J.K. Rowling, nos leva de volta ao universo mágico da autora através da história de Newt Scamander (Eddie Redmayne), um bruxo britânico fascinado por criaturas mágicas que vai parar em Nova York justamente para ajudar uma delas. O problema é que, no meio de seu passeio pela cidade, seus animais escapam de sua maleta enfeitiçada e colocam em risco a existência da população bruxa.

A CAPRICHO foi à Nova York na semana passada para conversar com o elenco e descobrir um pouco mais sobre como foi gravar essa história incrível. Nesta matéria, os atores comentam alguns detalhes curiosos sobre o longa!

+ CH WEEK: Eddie Redmayne conta tudo sobre Animais Fantásticos

DANÇA DO ACASALAMENTO

animais-fantasticos-newt

Uma das cenas mais divertidas do filme é quando Newt precisa convencer um erumpente, uma espécie de rinoceronte mágico, a entrar de volta em sua maleta. Para isso, ele precisa fazer uma dança de acasalamento bem bizarra! “Jo (Rowling) fez o roteiro mais detalhado que eu já vi na vida, mas nesta cena ela só escreveu ‘então Newt faz uma dança de acasalamento’. Quando eu li, pensei: ‘O que?! Como assim? O que vou fazer?'”, brincou Eddie Redmayne. Ele se juntou à coreógrafa Alex Reynolds para pensar nos passos para a tal cena. “Nós entramos no YouTube e começamos a ver vários vídeos de animais fazendo suas danças de acasalamento”, revelou. Juntos, eles gravaram cerca de dez versões e mandaram para o diretor Davis Yates aprovar. “Ou seja, existem vídeos meus bem humilhantes por aí“, contou o ator. De acordo com ele, a cena foi gravada em duas noites e ele chegou em casa todo roxo de tanto rolar no chão.

+ 10 curiosidades sobre Animais Fantásticos e Onde Habitam

É O AMOR?

animais-fantasticos-tina

Enquanto tenta reencontrar seus animais perdidos, Newt conhece Tina, uma bruxa novaiorquina que foi tirada de seu cargo na MACUSA, o Congresso Mágico dos EUA, após um erro de trabalho. Para tentar recuperar seu emprego, ela decide ajudar Newt em sua busca pelas criaturas mágicas – e no meio disso rola um clima entre os dois, claro. “Uma das coisas que mais amo na história de Animais Fantásticos é que ela mostra que as pessoas são muito mais do que a gente vê”, contou a atriz Katherine Waterston. “É fácil julgar coisas que você não entende. Ao longo do filme, Tina conhece Newt melhor e passa a ver o mundo através dos olhos dele. Amo essa mensagem de que você precisa se entregar para entender as pessoas“, completou.

DIRETAMENTE DO TÚNEL DO TEMPO

animais-fantasticos-jacob

A história de Animais Fantásticos acontece muito antes de Harry Potter pensar em nascer, na Nova York de 1926. “Quando você está no set de filmagens e vê a fumaça saindo dos bueiros, os carros antigos passando e as pessoas andando em seus trajes de época, você sente como se realmente estivesse lá”, revelou Dan Fogler, que dá vida a Jacob, um no-maj (como são chamados os trouxas nos Estados Unidos) que se vê envolvido no meio de toda a confusão com Newt. “Os cenografistas fizeram um trabalho impressionante. Para você ter ideia, eu me perdi nas ruas daquele set! Eles podiam simplesmente construir a fachada das lojas, mas você entrava nelas e tudo era real!”, revelou o ator.

UM TOQUE MACABRO

animais-fantasticos-queenie

Além das cenas divertidas, o filme conta também com um lado meio sombrio ao retratar um grupo de no-majs que pretende exterminar todos os bruxos da face da Terra por acreditar que eles são perigosos. “Eu acredito que as pessoas aprendem sobre sua existência através da contação de histórias”, filosofou a atriz Alison Sudol, que deu vida a Queenie, a irmã de Tina que sonha em conhecer o mundo e pode ler a mente das pessoas. “Em Animais Fantásticos, tocamos em temas sérios como segregação e o medo do desconhecido. Também falamos sobre como pode ser perigoso suprimir algo bom porque outras pessoas dizem que aquilo é ruim. A sociedade anda meio perdida no momento, por isso histórias como essa são tão importantes“, comentou a atriz.

+ J.K. Rowling: “Dumbledore nem sempre foi o bruxo que conhecemos”

MOMENTO DE FÃ

animais-fantasticos-creedence

Imagina ser potterhead desde criança e então ter a chance de atuar em um filme escrito por J.K. Rowling? Foi o que aconteceu com Ezra Miller. Ele surpreende no papel de Credence, um garoto meio estranho que vive no meio do tal grupo que pretende acabar com os bruxos. “Um fã louco acaba indo parar por conta própria no mundo da fantasia que ele mais gosta. Me senti como se tivesse 7 anos de novo”, disse o ator. “Quando você é fã e coloca tanta energia em uma história, ela acaba formando raízes em sua mente e te ajuda a formar quem você é. Poder estar envolvido nesta fantasia, agora de forma oficial e profissional, é incrível”, contou o ator, que disse estar animado para poder interagir com os fãs. “Vamos ter uma diversão geek juntos”, brincou.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Lottie Oliveira

    Que filme, pelas barbas de Merlim…

    Curtir

  2. Dezza Castagnoli

    Esse filme é muito emocionante! Mesmo quem não é potterhead, vai se impressionar com a história 😍

    Curtir