Dr Luke rebate últimas declarações de Kesha no Instagram

Ele declarou que ninguém pediu que a cantora mentisse para conseguir sua liberdade

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 24 ago 2016, 14h25 - Publicado em 5 abr 2016, 12h50

Senta que lá vem mais um capítulo da novela Kesha X Dr. Luke. No último domingo (3), a cantora disse em seu Instagram que a gravadora Sony Music ofereceu sua “liberdade” se ela mentisse e dissesse que não tinha sido estuprada pelo produtor. 

Agora, foi a vez de Dr. Luke rebater as novas acusações de Kesha. Por meio de um comunicado escrito por seu representante, ele disse: “A Corte declarou repetitivamente que Kesha já é livre para gravar sem Dr. Luke e que ela não apresentou quaisquer fatos que suportam suas reivindicações”.

“A única coisa que Kesha não tem liberdade para fazer é continuar mentindo sobre Dr. Luke através de golpes de publicidade e manchas ultrajantes, ignorando o fato de que, por sua própria vontade, ela voltou a trabalhar com Dr Luke e assinou novos contratos com ele após esse incidente que supostamente aconteceu”, continuou.

//instagram.com/p/BDvyvyWO1Yu/embed/

Tenso! O comunicado termina alehando que a cantora busca enriquecimento próprio “ao tentar quebrar contratos que a levaram ao sucesso e aos milhões”.

Em sua declaração, Kesha disse que prefere que sua carreira termine do que que ela tenha que mentir por “um monstro” de novo. 

Em fevereiro, ela perdeu a primeira liminar que pretendia liberá-la de seu contrato com Dr. Luke e com a Sony Music. A cantora alega que o produtor a drogou, a sequestrou e a abusou física e psicológicamente há cerca de 10 anos.

Publicidade