De BTS a Monsta X: os shows de K-pop que invadiram o Brasil em 2019

Mais de 10 nomes aterrissaram por aqui e a CH te conta como foram os melhores momentos

Por Gustavo Balducci - Atualizado em 14 dez 2019, 11h00 - Publicado em 14 dez 2019, 10h00

Foi um ano e tanto para os kpoppers brasileiros! Se em 2018 a gente teve tempo de curtir shows perfeitos de artistas como SF9 e MAMAMOO no país, em 2019 não foi diferente. Com mais de dez grandes nomes passando pelas principais capitais, chegou a hora de relembrar como foram os shows de K-pop no país. Então prepare-se, porque a CH recuperou lembranças muito fortes. Confira!

O girlgroup Oh My Girl esteve em turnê pelo Brasil nos meses de janeiro e fevereiro. Composto por Hyo Jung, Mimi, Yoo A, Seung Hee, Ji Ho, Binnie e Arin, elas já completaram quatro anos de estrada desde o debut single Cupid. Mostrando que energia e carisma continuam sempre bem alinhados à evolução musical, as meninas contaram com exclusividade à CAPRICHO como foi viver essa experiência nos palcos brasileiros. “Foi realmente muito bom poder conhecer os Miracles brasileiros pessoalmente. Sempre seremos gratas por termos fãs aqui no Brasil”, disse Ji Ho sobre o apoio que recebem do fandom. De volta à Coreia do Sul, em setembro o Oh My Girl também estampou uma das cadeiras no reality idol QUEENDOM, que reuniu outras divas do K-pop e transformou a competição numa grande celebração às artistas femininas.

Oh My Girl Caroline Dadalto/Divulgação

O hit latino Senorita – que ultrapassou 20 milhões de views no YouTube –, trouxe o VAV de volta ao Brasil em fevereiro e foi motivo de sobra para o fandom Vampz comemorar. Passando por quatro capitais, os idols ST.Van, ACE, BaRon, Jacob, Lou, Ayno e Ziu reafirmaram sua paixão pelo país e compartilharam seus últimos feitos com os fãs. Mostrando uma performance calorosa da faixa principal, inspirada por canções famosas como Despacito, o espetáculo também abriu espaço para o grupo entregar covers como Havana, sucesso de Camila Cabello, e até Ragatanga, do grupo Rouge. Ainda em 2019 o VAV estourou com a faixa trilíngue Give Me More, parceria com os músicos De La Ghetto e Play-N-Skillz, e completou as atividades com a elétrica POISON, presente no seu quinto mini-álbum de mesmo nome. “Eu sinto que a maior mudança no VAV desde o debut está no nosso crescimento musical. Diferente do começo, agora nós escrevemos e produzimos as nossas próprias músicas – e estamos inspirados para expressar tudo isso. Posso dizer que o VAV cresceu”, contou ACE à CH.

Ainda em fevereiro, o anúncio do show mais esperado do ano pelos fãs de K-pop finalmente aconteceu. A turnê Love Yourself: Speak Yourself, estrelada pelo BTS, comoveu milhares de pessoas em busca de um ingresso. A primeira data, 25 de maio, esgotou em menos de duas horas. Mas, felizmente, a Big Hit prontamente disponibilizou mais um show em São Paulo e tranquilizou o b-army. A espera não demorou e, em maio, o septeto mais aclamado do ritmo chegou em terras brasileiras. Lotando dois dias de show no estádio do Allianz Parque, Jin, Jimin, Jungkook, J-Hope, RM, Suga e V apresentaram parte do último trabalho, Map of the Soul: Persona, em um show de luzes, tecnologia e muita dança. Reunindo fãs de diversos países da América Latina, o primeiro dia foi marcado por samba, memes e muito português, levando o público à loucura e confirmando o enorme carinho que o Bangtan sempre teve pelo Brasil. Já no segundo show, os fancharts e a emoção tomaram conta. Com lágrimas e clima de despedida, os membros fizeram questão de deixar recados fofos nas redes sociais. V até se arriscou e escreveu um textão em português no Twitter, onde garantiu: “Com certeza nós voltaremos!”. O amor pelo b-army é tão verdadeiro que a Big Hit recompensou o fandom outra vez anunciando que os shows de São Paulo estarão presentes no DVD exclusivo da turnê. Isso significa que poderemos assistir (ou reassistir) aos momentos maravilhosos e divertidos da inesquecível Love Yourself: Speak Yourself.

Continua após a publicidade
BTS no show em São Paulo em 2019 BigHit Entertainment/Divulgação

Outro nome que fez barulho em 2019 foi o MONSTA X. Só nesse ano, o boy group formado por Shownu, Wonho, Minhyuk, Kihyun, Hyungwon, Jooheon e I.M estreou colaborações internacionais, lançou um álbum inteiro em inglês, fez participações em diversos programas de TV e até estampou um episódio especial do desenho We Bare Bears, do Cartoon Network. Em solo brasileiro, os meninos chegaram com a turnê WE ARE HERE, emplacando hits do seu terceiro álbum de estúdio, o brilhante Take.2 We Are Here. Essa foi a segunda vez do MONSTA X por aqui e a passagem rendeu fortes emoções para o Monbebe. Foi eletrizante! “Nós estamos nos desenvolvendo e amadurecendo continuamente. Do debut até agora, crescemos sem parar. Nunca iremos parar ou desistir. Queremos que todos os fãs vejam o quão alto ainda podemos chegar”, disse o grupo à CAPRICHO em uma entrevista antes do show.

A apresentaçãoabriu com a faixa Shoot Out e passou por outros hits, como Party Time e Play It Cool, parceria com o norte-americano Steve Aoki. Além dos stages em grupo, os membros também se dividiram em units para performar solos poderosos. Cheio de declarações para os fãs (algumas em português), o MONSTA X completou o show com Alligator. O segundo show do grupo no Brasil também ficará marcado pela presença de Wonho, que no mês de outubro deixou o grupo após ter sido acusado de dever dinheiro e ser detido antes mesmo de ingressar no grupo, em 2015. A série de intrigas convenceu a Starship Entertainment a justificar sua saída após uma “longa discussão”. “Wonho e o grupo decidiram amigavelmente que este é o melhor para ambas as partes no momento”, disse a empresa em um comunicado oficial.

MONSTA X Caroline Dadalto/Divulgação

Já nas estreias, o PENTAGON foi o grupo que conquistou o público brasileiro com seu talento vocal e sua presença de palco contagiante. Composto por nove integrantes, o boygroup da Cube Entertainment já é dono de inúmeros hits dentro do k-pop, como as faixas Gorilla, Naughty Boy e a contagiante Shine, que fizeram o espaço Tropical Butantã, em São Paulo, ficar lotado. Com o slogan de mostrar todas as cores diferentes do grupo para o universo de fãs, a turnê PRISM foi um sucesso e aqueceu o coração da galera. O grupo até montou sua playlist dos sonhos e bateu um papo sobre a produção do EP SUM(ME:R) com a CH.

PENTAGON em show em São Paulo Caroline Dadalto/Divulgação

Quase brasileiros, o quarteto KARD fez a sua terceira visita ao país em outubro. A turnê, batizada de WILD KARD, colocou BM, J.Seph, Somin e Jiwoo em circuito por boa parte do continente com os singles Dumb Litty e Bomb Bomb. Por aqui, a nova empreitada começou na cidade do Rio de Janeiro, seguiu para São Paulo, aterrissou em Recife e finalizou em Porto Alegre. Sempre muito energética, a performance do grupo passou por clássicos como Oh NaNa e Rumor, e emendou covers de If I Can’t Have You, do Shawn Mendes, interpretado pela unit BM e J.Seph. As meninas também arrasaram numa versão de thank u next, da cantora Ariana Grande. Dessa vez rolou um pouco de tudo, mas o momento mais especial da noite ficou com o cover impecável de Pesadão, da IZA, que até recebeu elogios da cantora no Twitter. Em entrevista, o grupo já havia contado pra CH que estava com saudades do fandom brasileiro e, mais uma vez, completou com excelência a sua série de shows provando que a união entre vocal coreano e ritmo latino tem mesmo tudo pra dar certo.

Continua após a publicidade
Kard
KARD no Brasil em 2019 Rafael Andrade/Divulgação

Antes mesmo de desembarcar no Brasil, o grupo SPECTRUM conversou com a CH e revelou quais eram os planos para a superturnê pelo país. “Primeiro, o que mais queremos fazer no Brasil é mostrar o melhor do SPECTRUM. Queremos fazer o melhor show de K-pop para os nossos fãs e mostrar como somos apaixonados pelo nosso trabalho, além de nos divertimos juntos no palco”, disse Minjae à CAPRICHO. E foi exatamente isso que aconteceu. Após dezenas de shows espalhados pelo país, os meninos do SPECTRUM concluíram sua turnê em São Paulo no último dia 8. Com covers de Love Shot, do EXO, e Jopping, do grupo mais recente SuperM, ficou claro que os integrantes se prepararam muito para a apresentação final. E as surpresas não pararam por aí! Além das canções autorais, teve também um cover do hit O Sol, de Vitor Kley, e outro de Meu Abrigo, do trio Melim. Detalhe: ambas foram cantadas em português, resultado das aulas especiais que os meninos fizeram ainda na Coreia do Sul. Entre brincadeiras e selfies com o público, Minjae, Donggyu, Jaehan, Hwarang, Villain e Eunjun estabeleceram uma boa conexão com os lantanas brasileiros. Completando a turnê mais longa de 2019, o SPECTRUM já deixou saudades, mas quem sabe eles não voltam em 2020, não é mesmo?

Pensa que acabou? Que nada! Além de todos esses gigantes, o Brasil foi contemplado com shows do girlgroup High School, os meninos do MASC, as jovens do BUSTERS e a rapper mais empoderada do K-pop, NADA.

Continua após a publicidade

Em março, o cantor Eric Nam abre a nossa agenda K-pop de 2020, trazendo sua turnê mundial Before We Begin para os palcos do Cine Joia, em São Paulo. Já estamos na torcida para que o próximo ano também seja repleto de grandes shows.

Quem você gostaria de ver por aqui em 2020?

Publicidade