Brasileiro conta como foi trabalhar em Os Incríveis 2

Cláudio de Oliveira trabalha na Pixar desde 2013 e tem no currículo as animações Divertida Mente, O Bom Dinossauro, Carros 3 e Viva: A Vida é uma Festa

claudio-de-oliveira-pixar-os-incriveis-2 Cláudio de Oliveira faz parte da equipe de animadores de Os Incríveis 2 e trabalha na Pixar desde 2013

Cláudio de Oliveira faz parte da equipe de animadores de Os Incríveis 2 e trabalha na Pixar desde 2013 (Deborah Coleman / Pixar/ Disney/Divulgação)

Os Incríveis 2 só chega aos cinemas do Brasil no dia 28 de junho e já está fazendo história nos Estados Unidos, onde estreou no último dia 15 e arrecadou US$ 180 milhões, tornando-se o filme animado com maior estreia de todos os tempos. E os fãs brasileiros da Pixar tem mais um motivo para ir assistir ao retorno de Mulher-Elástica, Sr. Incrível, Violeta, Flecha e Zezé às telonas, 14 anos depois da estreia do primeiro filme de animação: o animador brasileiro Cláudio de Oliveira, de 39 anos.

Ele trabalha na Pixar desde 2013, sua estreia foi em Divertida Mente e, além dos longas citados, participou das equipes de animação de O Bom Dinossauro, Carros 3 e Viva: A Vida é uma Festa. Mas com certeza a experiência em Os Incríveis 2 foi uma das mais marcantes para o brasileiro.

“É meio surreal [trabalhar em Os Incríveis 2] da maneira que a gente conhece os personagens de fora, assisti [ao primeiro filme, lançado em 2004] ainda sem estar na indústria, então você tem uma ligação diferente com aqueles personagens”, contou Cláudio de Oliveira à CAPRICHO. “De repente, você tem a oportunidade de poder contribuir para a vida deles. Ver os fãs do lado de fora que querem muito aquela sequência, tem uma pressão maior, mas também você começa a relaxar a partir do momento que você vai conduzindo o projeto.”

Os 14 anos que separaram dos dois filmes de Os Incríveis ajudaram a Pixar e a equipe de animadores no que diz respeito aos avanços tecnológicos, como bem destacou Cláudio. “Naquela época o filme estava quebrando algumas barreiras, então você tem que suar a camisa pra representar bem”, explicou. “O personagem é o mesmo, mas tem uma diferença visual muito grande deles ao mesmo tempo.”

os-incriveis-2-animador-brasileiro Os Incríveis 2 estreia no dia 28 de junho no Brasil

Os Incríveis 2 estreia no dia 28 de junho no Brasil (Disney•Pixar/Divulgação)

“Eu parava pra comparar. Às vezes estava trabalhando em uma cena com o Lúcio/Gelado, aí olhava pro primeiro filme e depois olhava pra cena que eu tinha, e era uma sensação legal, porque era o mesmo personagem, mas tinha um toque do que eles queriam que ele fosse. Você olha algumas das maquetes anteriores e realmente era o que eles tinham em mente, mas, chegava na parte final, tecnicamente tinham algumas limitações. Hoje em dia a limitação técnica é menor.”

Prazo mais apertado

Inicialmente, Os Incríveis 2 estava previsto para chegar aos cinemas em junho de 2019, mas foi antecipado em um ano pela Disney Pixar. Algo que não afetou o resultado final e fez com que as equipes que trabalharam na produção do longa tivessem que estar mais focadas.

“Sabendo disso [do novo prazo], o Brad Bird [diretor, criador e roteirista de Os Incríveis] te dava o briefing com a maior quantidade de informação possível, para evitar o vai e vem, para não ter que refazer a cena”, relembra Cláudio, que elogiou muito Bird. “Por ele ser animador é muito mais fácil de se comunicar, ele estava muito mais focado para o que queria das cenas.”

Apesar da “perda” de um ano, não quer dizer que Os Incríveis 2 tenha perdido em qualidade, pelo contrário. “É engraçado a gente ter ideia do que seria do projeto com um ano a mais, não é uma ciência exata que você sabe que se adicionar três dias a mais vai ter uma cena melhor. Talvez você tenha menos possibilidade de brincar um pouco mais com as ideias. É difícil dizer o que seria, sei o que foi, que foi legal por ter sido mais focado”, completa o animador.

os-incriveis-2-animador-brasileiro-2 Foram 14 anos de espera para ver novamente as aventuras da família Pêra

Foram 14 anos de espera para ver novamente as aventuras da família Pêra (Disney•Pixar/Divulgação)

Cena favorita

“Gostei das minhas últimas cenas que tiveram as crianças, Flecha, Violeta e Zezé. Tenho dois filhos e isso me ajudou ajudou. Gosto de parar pra observar a maneira como eles se movem, onde estão no desenvolvimento motor, e tentar colocar essas diferenças nas cenas”, disse Cláudio, que descreveu um pouquinho de sua participação, mas sem entregar spoilers. “Os três estão dentro do carro e eles precisam decidir o que vão fazer naquele momento, e o Zezé responde pra eles de uma maneira inusitada.”

Pra quem ainda está na dúvida se vai ao cinema assistir Os Incríveis 2, Cláudio de Oliveira tem um recadinho pra você: “No Brasil, a gente ainda tem muito a ideia de que os filmes de animação são para criança, mas tem entretenimento pra todo mundo ali”.

* A CAPRICHO viajou a Emeryville (Califórnia) a convite da Disney.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s