BBB20: Marcela fala sobre racismo no jogo e sobre o lado “cruel” de haters

Em entrevista, ela disse estar chocada com a reação do público

Por ambilereis - Atualizado em 27 abr 2020, 18h41 - Publicado em 9 abr 2020, 14h59

A última eliminada do Big Brother Brasil foi Marcela. Embora a diferença de votos contra Flayslane tenha sido pequena, uma das razões que levou a ginecologista a ser eliminada foram as declarações consideradas racistas dela dentro da casa mais vigiada do país. A CAPRICHO, inclusive, propôs uma discussão bem interessante sobre racismo estrutural que envolvia este paredão. Você viu?

Em entrevista para a coluna da Patricia Kogut, a loira comentou o assunto. Para começar, ela pediu desculpas pelas falas. “Eu nunca me imaginei nessa posição. Isso me abalou bastante, vai contra tudo o que eu acredito, defendo e vivo”, disse. Ela ainda prometeu que estudará mais, para assim aprender e não continuar a cometer os mesmos erros.

Sobre se deparar com comentários maldosos na internet, a médica afirmou ter ficado “muito chocada” com a crueldade dos haters. Embora soubesse que poderia haver pessoas que não gostassem dela, “não imaginava que seria tão forte”. Mas agradeceu por todo carinho dos fãs e assumiu que os 3,9 milhões de seguidores a fazem ter muita responsabilidade.

Ah, e nesta quinta-feira (9/4), tem prova do líder no BBB, hein! Quem você quer que leve a melhor?

Publicidade