A mansão que inspirou o terror A Maldição da Casa Winchester

O longa é inspirado numa história que aconteceu de verdade - e é até possível visitar a mansão hoje em dia!

Se você é fã de filmes de terror, tem um bom motivo para celebrar. Nesta quinta-feira (1/3) chega aos cinemas de todo o Brasil o longa A Maldição da Casa Winchester, que conta a história de Sarah Winchester (Helen Mirren), a esposa do dono de uma empresa de armas de fogo que, após a morte repentina de seu marido e sua filha, acredita que precisa construir quartos e mais quartos na mansão onde vive para afastar os espíritos das pessoas mortas pelos rifles de sua família.

O que muita gente não imagina é que o longa é baseado numa história real e a mansão Winchester existe de verdade! A propriedade fica na cidade de San Jose, na Califórnia, e é tão grande quanto a mostrada nas telonas. Antes do terremoto de 1906, que causou estragos em todo o estado americano, a casa tinha sete andares (agora são somente quatro), nos quais ficavam distribuídos 160 cômodos, entre eles 40 quartos, dois salões, 6 cozinhas, 47 lareiras, 2 porões e 13 banheiros (mas apenas um chuveiro).

a-casa-winchester-de-verdade-02 O grande salão de festas da casa de Winchester. Será que os espíritos dançam aqui?

O grande salão de festas da casa de Winchester. Será que os espíritos dançam aqui? (Winchester Mystery House/Reprodução)

Sarah, como o filme mostra, acreditava que sua família estava amaldiçoada por causa das mortes que a empresa deles causava, por isso, após a morte de seu marido, William Wirt Winchester, em 1884, ela comprou uma casa inacabada e começou a construir sua mansão. As obras aconteciam noite e dia, sem parar, e diz a lenda que cada cômodo era feito de acordo com os desejos dos espíritos que assombravam sua família.

a-casa-winchester-de-verdade-01 O quarto da verdadeira Sarah Winchester

O quarto da verdadeira Sarah Winchester (Winchester Mystery House/Reprodução)

Como a vontade de cada um era diferente, a mansão é cheia de excentricidades, com portas que abrem contra a parede, janelas com vistas para outros quartos e escadas que não dão em lugar nenhum. Medo!

a-casa-de-winchester-de-verdade-portas Portas que dão para o nada e escadas que terminam no teto: medo!

Portas que dão para o nada e escadas que terminam no teto: medo! (Winchester Mystery House/Reprodução)

Tá, mas como Sarah tinha dinheiro para construir uma casa tão gigante? Ela era muito rica, gente! Quando seu marido morreu, ela herdou mais de 20,5 milhões de dólares, além de ficar com cinquenta por cento da Winchester Repeating Arms Company.

a-casa-de-winchester-08 13 pregos na parede para deixar os espíritos bem longe!

13 pregos na parede para deixar os espíritos bem longe! (Winchester Mystery House/Reprodução)

Depois que Sarah morreu, em 1922, as construções finalmente foram interrompidas. Hoje, a mansão Winchester está protegida pelo Registro Nacional de Lugares Históricos e recebe centenas de turistas todos os anos, que agendam tours para conhecer os detalhes de um dos endereços mais mal assombrados dos Estados Unidos. Os passeios pela casa variam de 20 a 50 dólares (por volta de R$ 64 a R$ 160), e duram de uma a duas horas. É possível comprar ingressos através do site oficial da Winchester Mystery House.

a-casa-de-winchester Os infinitos telhados da mansão Winchester e a verdadeira senhora Sarah Winchester

Os infinitos telhados da mansão Winchester e a verdadeira senhora Sarah Winchester (Winchester Mystery House/Reprodução)

Há quem diga que, até hoje, é possível ouvir gritos e portas batendo por ali à noite.

Você teria coragem de visitá-la?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s