8 motivos para NÃO perder a exposição O Mundo de Tim Burton

Obra do diretor ficará até o dia 15 de maio no MIS em São Paulo

A partir desta quinta-feira (4/2) já é possível visitar uma das exposições mais esperadas do ano: O Mundo de Tim Burton , no Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo, que vai até o dia 15 de maio.

A CAPRICHO passou por lá antes da abertura para o público e conta porque você NÂO pode perder essa exposição, ainda mais se você for viciada em cinema e, principalmente, nos filmes de Tim Burton.

Primeiro no Brasil

O Mundo de Tim Burton traz mais de 500 itens do diretor – coisas como rascunhos em guardanapos, bonecos originais e obras de arte -, e São Paulo é o primeiro lugar na América Latina a recebê-la, ela foi originalmente montada pelo Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) em 2009, passando por países como Canadá, Austrália, França e Japão.

Muitos bonecos

Quem ama animações como O Estranho Mundo de Jack (1993), A Noiva Cadáver (2005) e Frankenweenie (2012), vai simplesmente surtar ao se deparar com alguns dos bonecos originais criados pelo diretor. Logo de cara já encontramos uma espécie de carrossel cheio de cabeças do Jack que, conforme o movimento, vão trocando suas expressões faciais. Temos certeza que vocês também vão querer levar pra casa o cãozinho de Frankenweenie. Além disso, também tem bonecos originais de Marte Ataca! (1996); e dos Oompa Loompa de A Fantástica Fábrica de Chocolate (2005).

Escorregador

Assim que você passar pelas primeiras obras de arte e rascunhos de Tim Burton (um monte de desenho macabro!), chega um dos momentos mais legais da exposição: um escorregador para descer para o ambiente com um Balloon Boy de seis metros de altura e as polaroides de 20 x 34 cm que foram tiradas entre os anos de 1992 e 1999, no tempo livre do diretor. O mais legal do Balloon Boy, que é uma réplica do bonecão que estava no MoMA, é que ele segue com os olhos as pessoas que passam por ali e acenam para ele.

Espaços temáticos

O universo de Tim Burton é rico em temas, o terror e o humor são os favoritos do diretor, claro, mas ele não se limita a isso. Por isso a disposição da exposição segue essa linha de raciocício dele, separando da seguinte forma: Terror/Humor, Felicidade, Angústia/ Melancolia e outros sentimentos explorados por Tim Burton em suas obras.

Interações

Além do escorregador e dos Jacks que mudam a expressão do rosto, uma das coisas mais intrigantes da exposição estão em televisores com uma tela branca. Como assim? Eles foram usados para colocar alguns dos filmes de 8 e 16 mm, e os clipes do The Killers dirigidos por Tim Burton ( Bones e Here With Me ). Ao invés de assistir tudo pelos televisores, você usa placas transparentes que, ao serem apontadas para as TVs, exibem os vídeos. Loucura, né? Essa técnica consiste em tirar a película da TV e colocá-la na placa de vídeo. Não é magia, é tecnologia! =)

Fábrica de monstros

Tim Burton, como todo gênio, não para de produzir nem quando está de boas comendo, tomando café ou viajando. Dá pra perceber isso na série de guardanapos, blocos de anotação e qualquer papel em que se dê para desenhar, que estão em O Mundo de Tim Burton . Os desenhos são bem loucos, uma verdadeira fábrica de monstrinhos e seres bizarros. A grande maioria deles nunca foi usada pelo diretor em seus filmes, então você só vai poder ver isso ali na exposição.

Evolução das obras

A parte dedicada aos filmes é um dos lugares em que os cinéfilos vão pirar. Lá encontramos storyboards de filmes e clipes; mais bonecos (são muitos mesmo!); mas o mais incrível é poder ver como os personagens são no papel, antes de serem transferidos para o cinema. Dá pra ver como Edward Mãos de Tesoura evoluiu, as primeiras ideias do Coringa e Pinguim de Batman (1989) e Batman: O Retorno (1992). Lá também é possível ver roteiros originais com anotações, tem até uma carta escrita à mão de Tim Burton para Johnny Depp, pedindo a opinião dele sobre uma piada que ele pensou para Willy Wonka, de A Fantástica Fábrica de Chocolate .

Salinha com animações

Uma dica muito importante para quem for na exposição. Assim que você sair pela cortina transparente que “encerra” os materiais expostos, no canto direito, tem uma salinha de cinema em que é possível ver alguns vídeos de Tim Burton, como o Stainboy . Como ela fica do lado de fora, muita gente pode acabar passando batido por ali. Não faça isso, você vai se arrepender muito!

Serviço

O MUNDO DE TIM BURTON

Data: 4 de fevereiro a 15 de maio de 2016

Horário de visitação: 11h às 20h (terça a sexta-feira); 9h às 21h (sábados); e 11h às 19h (domingos e feriados)

Local: Espaço Expositivo 1º andar, Espaço Expositivo 2º andar e Espaço Redondo

Ingressos na bilheteria: domingos R$12,00 (inteira) e R$6,00 (meia) na bilheteria do MIS. Terça-feira, entrada gratuita com retirada de senha na Bilheteria do MIS. A partir de 11 de março às sextas-feiras também terão venda na bilheteria, valor $12,00 (inteira) e R$6,00 (meia)

Ingressos antecipados: pelo site www.ingressorapido.com.br/timburton (no momento não há venda de ingressos antecipados)

Os ingressos: para os dias 4, 5, 6, 8, 24, 25 e 26 de fevereiro; 2, 3, 4, 5, 9, 10, 12, 16, 17, 19, 23, 24, 26, 30 e 31 de março; 2, 6, 7 e 9 de abril estão esgotados.

Classificação etária Livre

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s