5 motivos para ver A Freira (e morrer de medo)

O spin-off de Invocação do Mal chegou aos cinemas nesta quinta-feira (6)

Nesta quinta-feira (6) chega aos cinemas um dos filmes de terror mais esperados de 2018: A Freira. O longa, que faz parte do universo Invocação do Mal, começa quando um jovem fazendeiro chamado Frenchie (Jonas Bloquet) encontra uma freira enforcada na frente de um convento meio misterioso.

O crime acaba despertando suspeitas do Vaticano, que manda o padre Burke (Demián Bichir) investigar o caso ao lado da noviça Irmã Irene (Taissa Farmiga), que ainda não fez seus votos oficialmente. Ao chegar na abadia, o trio descobre que uma força do mal está matando todas as freiras do convento e também alguns moradores da cidadezinha próxima a ele. E, para investigá-lo, precisam se hospedar ali e tentar sobreviver ao encontro com o demônio Valak.

Aqui, a gente conta cinco motivos pelos quais vale a pena apostar no filme!

1. O convento é muito assustador

Antes mesmo de chegar na abadia, o trio sabe que vai encontrar um lugar supostamente amaldiçoado, mas vocês não têm ideia do que é aquilo, minha gente! Para começar que a única luz é a que vem das velas e dos lampiões, ou seja, os corredores, os quartos e as capelas são superescuros. E, claro, também aparecem sombras e algumas freiras aparecem de relance o tempo todo. Ah, isso sem contar que, ao redor do convento, fica um cemitério cheio de cruzes caindo aos pedaços. Help! Eu que não entraria lá, não…

a-freira-convento Você teria coragem de entrar no convento amaldiçoado de A Freira?

Você teria coragem de entrar no convento amaldiçoado de A Freira? (Warner Bros./Divulgação)

2. Taissa Farmiga é perfeita como Irmã Irene

Antes de ver o filme, eu só conseguia pensar se o fato de terem escalado Taissa Farmiga para viver a Irmã Irene revelaria alguma ligação dela com Lorraine Warren, que é interpretada por sua irmã da vida real, Vera Farmiga. Se tem ou não alguma coisa a ver, não vou dar spoilers, mas a verdade é que Taissa ficou perfeita no papel. A noviça Irene serve como contraste entre o bem e o mal, em meio ao convento amaldiçoado. E o mais legal é que ela não é bobinha nem super inocente. É girlpower e muito, mas muito corajosa.

taissa-farmiga-a-freira Taissa Farmiga está perfeita como a Irmã Irene em A Freira

Taissa Farmiga está perfeita como a Irmã Irene em A Freira (Warner Bros./Divulgação)

3. Frenchie, o gato responsável por quebrar o clima de tensão

A Freira foi vendido como “o capítulo mais tenebroso da franquia” Invocação do Mal, mas a verdade é que… não tem nada a ver. Sim, o filme dá medo, mas não tanto quando os dois primeiros que deram nome à saga. E, no fundo, ele nem parece ter sido feito para se prestar a esse papel. É que, em meio a todas as cenas tensas e aterrorizantes, temos Frenchie, o fazendeiro que encontra a freira enforcada na frente do convento e, mais tarde, se junta à Irmã Irene e ao Padre Burke para investigar o local. Além de muito gato, Frenchie traz piadas boas e divertidas que ajudam a quebrar a tensão ao longo da trama. Ufa! Ah, e se ficar interessada, aqui vai o Instagram do ator Jonas Bloquet: @jonasbloquet. De nada. 😉

a-freira-frenchie Diga “amém” para Frenchie, o alívio cômico de A Freira

Diga “amém” para Frenchie, o alívio cômico de A Freira (Warner Bros./Divulgação)

4. Os sustos

Posso ser realista? A maior parte dos sustos são bem previsíveis. É aquela história da câmera girando lentamente para o lado, a música abaixando e PÁ! Mas, mesmo sabendo que eles vão chegar, a gente se assusta, viu? Se vir no cinema então… E como o filme tem um jogo interessante de luz e sombra, achamos que seremos surpreendidos o tempo todo.

a-freira

 (Warner Bros./Reprodução)

5. A ligação com os outros filmes da franquia

Embora A Freira seja um longa independente de Invocação do Mal e Anabelle (sim, dá pra ver A Freira sem ter assistido aos outros), é interessante ver como a história se encaixa na saga e tentar buscar algumas referências dos outros filmes. E sim, acredite se quiser, no final a ligação entre esse e os outros longas é muito maior do que simplesmente o aparecimento de Valak, viu?

a-freira-2

 (Warner Bros./Reprodução)

E aí, você vai ter coragem de assistir?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s