10 curiosidades sobre Animais Fantásticos e Onde Habitam

Conversamos com o elenco e a equipe responsável pelo filme para descobrir os segredos de bastidores!

A espera está chegando ao fim! Na próxima quinta-feira (17) chega aos cinemas o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam. O longa, escrito por J.K. Rowling, conta a história de Newt Scamander (Eddie Redmayne), um bruxo apaixonado por criaturas mágicas que vai para Nova York para tentar salvar uma delas, mas que acaba se metendo em uma confusão e colocando em risco a existência de todo o universo mágico. Na semana passada, a CAPRICHO entrevistou o elenco e a equipe responsável pelo filme e descobriu algumas curiosidades que a gente não imaginava. Quer ver?

1. Animais Fantásticos e Harry Potter são histórias independentes

Ou seja, você não precisa ter lido os livros ou visto os filmes sobre as aventuras de Harry, Rony e Hermione para entender o que acontece com Newt Scamander. “Mas, se for fã de Potter, terá uma experiência bem diferente de alguém que não acompanhou os filmes”, entregou o produtor David Heyman.

2. A história que veremos no cinema não foi a primeira versão de J.K. Rowling

A estreia de J.K. como roteirista não foi tão simples como a gente achava! “Primeiro, ela veio com um roteiro muito jovem e divertido, mas que não tinha muita profundidade”, revelou o diretor David Yates. “Na segunda tentativa, com o nosso encorajamento, Jo foi para o lado oposto, mas acabou escrevendo um texto intenso e sombrio demais. Foi só depois de três ou quatro rascunhos que conseguimos encontrar o tom certo que queríamos para esse filme, um equilíbrio entre comédia e obscuridade”.

3. Os animais fantásticos foram inspirados em animais reais

“Eu não queria ficar preso a criaturas fantásticas como dragões”, explicou Yates, que pretendia mostrar nas telonas algo completamente novo. “Por isso, meu primeiro pedido foi para que olhássemos para os animais extraordinários que já existem em nosso planeta, porque tem coisas incríveis aqui. E deu certo! Todo dia eu recebia um email do David (Heyman, o produtor) me falando sobre uma lesma australiana que consegue nadar ou sobre insetos que voam como helicópteros”, disse.

+ J.K. Rowling sobre Animais Fantásticos: “Dumbledore nem sempre foi o bruxo que conhecemos”

4. Apesar do filme se passar em Nova York, ele foi filmado em Londres

A trama de Animais Fantásticos acontece em 1926 e, segundo David Heyman, foi impossível gravar na cidade que nunca dorme porque já não existem cantinhos com cara de antigos. Como todas as locações tinham detalhes da modernidade, a equipe de cenografia optou por reconstruir a NY de antigamente em um estúdio em Londres, na Inglaterra.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

5. Eddie Redmayne foi a única opção da equipe para interpretar Newt

David Heyman revelou que não tinha um segundo nome para interpretar o protagonista da saga se Eddie recusasse o papel. “Tinha que ser ele porque: 1) ele é genuinamente britânico. 2) ele é um ator que consegue se adaptar à época que está sendo retratada. 3) ele também é muito bom ao interpretar personagens estranhos, que não se encaixam na sociedade. O Newt é um pouco assim, ele não consegue olhar as pessoas nos olhos e se sente mais confortável com seus animais do que com humanos”, explicou o produtor. Ainda bem que Eddie disse sim, né?

6. Você vai chorar ao ouvir a trilha sonora

A equipe do filme deixou bem claro que a ideia era deixar Animais Fantásticos bem diferente de Harry Potter, mesmo com as duas tramas acontecendo no mesmo universo. Mas de uma coisa eles não conseguiram se livrar: a trilha sonora incrível de HP. “A única semelhança que quisemos trazer conscientemente foi um pouquinho da música de Harry Potter. A ideia era que, dessa forma, as pessoas se sentissem abraçadas ao voltarem para esse lugar familiar”, contou Heyman.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

7. Animais Fantásticos pode se passar na antiguidade, mas traz assuntos bem atuais

“Uma das coisas que mais gosto sobre esse filme é que ele lida com valores que a J.K. Rowling ama e considera muito importantes, como entender o outro, não ter medo do desconhecido, ser verdadeiro consigo mesmo e ter tolerância com quem é diferente”, revelou David Yates. “E esses são temas que fazem ainda mais sentido nos dias de hoje”.

8. J.K. Rowling não sabe ser sucinta

A autora se arriscou em Animais Fantásticos e resolveu estrear como roteirista de cinema! Se depender do elenco, ela merece o Oscar por seu trabalho. “Nunca li um roteiro tão detalhado em toda a minha vida”, revelou Eddie Redmayne. David Yates foi outro que se impressionou com a mente da escritora. “Já estávamos pensando na sequência deste filme, então disse à Jo: ‘vamos fazer um roteiro curtinho, de 12 páginas, só para conseguirmos contextualizar essa história no segundo filme?’. Dois dias depois ela apareceu com 102 páginas”, revelou o diretor!

Divulgação Divulgação

Divulgação (Warner Bros./Divulgação)

9. Os atores tiveram ~aulas de varinha~ 

Tá pensando que manusear os objetos mágicos é fácil? Que nada! Para se prepararem para seus papéis, os atores tiveram que fazer aulas com uma coreógrafa para entender direitinho os movimentos que cada feitiço exigia. “No começo eu pensei: ‘que coisa estranha. Por que a gente precisa de aulas disso? Não é só balançar o braço?'”, brincou a atriz Katherine Waterston, que interpreta a bruxa Tina. “Depois percebi como ter uma varinha é uma coisa extraordinária e de tanta atitude que as aulas realmente ajudaram a nos libertar”.

10. O próximo filme será ainda mais dark

“A ideia é retratar a ascensão da extrema-direita e do fascimo”, entregou o produtor David Heyman. Que tenso, né? O filme começará a ser gravado em julho do ano que vem e a ideia é que, desta vez, eles possam gravar nas ruas de verdade de Paris.

BÔNUS: Emma Watson não curte dar entrevistas

Muito simpático, o produtor David Heyman revelou à CAPRICHO que ama o Brasil (ele sempre vem passar as férias na cidade de Ibitipoca, em Minas Gerais) e contou ainda que conversa até hoje com o elenco de Harry Potter. Ao falar sobre Emma Watson, David entregou que a atriz na verdade não curte dar entrevistas. “Ela ama atuar, mas odeia dar entrevistas e fazer publicidades, porque ela não gosta de ser o centro das atenções”, disse. “O lado bom é que agora ela encontrou uma forma de se sentir confortável com isso, porque pode falar sobre assuntos pelos quais ela luta, como o feminismo”, entregou o produtor, que disse ainda ter se tornado um “feminista” por causa dela.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s