10 coisas que você não imaginava sobre os filmes do Harry Potter

Nossa repórter participou do tour pelos estúdios da Warner Bros em Londres e descobriu muitos segredos sobre a saga

Na semana passada, fui para Londres em uma ~missão secreta~ para a Capricho e, como sou muito fã de Harry Potter , não pude deixar de participar do tour The Making of Harry Potter, que rola nos estúdios da Warner Bros., no meu dia livre. Nem preciso falar na minha animação quando conheci o lugar onde os oito filmes foram gravados, né? E confesso que, mesmo já tendo assistido aos extras de todos os DVDs umas 80 mil vezes, me surpreendi com muitas coisas que foram reveladas no passeio. Cruze a Plataforma 9 ¾ comigo que eu vou te mostrar os segredos! Hehe.

1.Muitos dos lugares que vemos nos filmes existem de verdade…

Sim! O Salão Principal de Hogwarts, as salas de aula, a Toca, o Beco Diagonal… Tudo isso é real e ainda pode ser visto no The Making of Harry Potter! Eu sempre soube que parte dos cenários tinha sido construída para os filmes, mas não imaginava que eles eram tão grandes e tão completos. O Salão Principal, por exemplo, é mesmo uma sala gigante com quatro paredes. Estar lá é tipo estar dentro de Hogwarts!

2.E os objetos também!

No final da saga, a equipe responsável pelos objetos de cena decidiu contar quantos tinham sido utilizados nos filmes. O resultado: 5 mil móveis, 12 mil livros feitos a mão e 40 mil produtos da loja Gemialidades Weasley, entre muitas e muitas outras peças. Eu fiquei chocada com a quantidade e os detalhes de cada uma. Sempre achei que os livros do escritório do Dumbledore eram feitos de isopor, mas não! Na verdade, eles são antigas agendas telefônicas britânicas encapadas com couro. Os quadros que decoram os corredores de Hogwarts, por sua vez, foram pintados à óleo especialmente para os filmes.

3.Hagrid tinha duas casas

Como transformar um ator de tamanho normal num meio-gigante? A equipe de cenografia tem o segredo! Eles criaram duas cabanas para o Hagrid. Uma com objetos em escala pequena, para que o guarda-caça parecesse maior do que é, e outra decorada com itens enormes, para que os outros personagens ficassem pequenininhos. Na hora da edição, eles mesclaram os takes e ? tchanã – um gigante tinha sido criado.

4.Nem toda a magia era feita com efeitos especiais

Outra coisa que aprendi ao conhecer os estúdios de Harry Potter é que efeitos especiais são diferentes de efeitos visuais. Os visuais são aqueles feitos por computador, depois que as gravações já foram finalizadas. Já os especiais podem acontecer em frente às câmeras! Muita coisa que parece fake nos filmes na verdade acontece mesmo! Sabe a porta da câmara secreta ou os cofres de Gringotes? Eles estão lá, são feitos de metal e têm uma estrutura mecânica que era controlada pela equipe! O mesmo acontece com os objetos que fazem tarefas domésticas na Toca e as colheres das aulas de poções que mexem os caldeirões sozinhas! :O

5.O Beco Diagonal e Hogsmead são o mesmo lugar

Oi? Pois é! Em vez de criar um novo cenário para a vila próxima de Hogwarts, os cenografistas decidiram mudar algumas coisas do Beco Diagonal do lugar, incrementar com neve falsa e, voilà, Hogsmead estava pronta. Fácil essa, né?

6.Emma Watson usou peruca!

Os estúdios da Warner Bros. são muito completos. Durante o passeio, é possível ver praticamente tudo o que existiu para os filmes, inclusive a parte de cabelo e maquiagem. Eis que encontrei ali uma peruca da Hermione, etiquetada com o nome de Emma Watson . Confesso que senti uma dorzinha no coração, porque sempre achei que aquele era o cabelo natural da atriz (na maior parte das cenas era mesmo, mas a peruca deve ter sido usada em algum momento, né?).

7.Os jornais e as revistas eram de verdade

Sabe aquele Profeta Diário que aparece fechado por um segundo em cima da mesa de Harry em algumas cenas? Pois é, deu um trabalho do cão para fazê-lo! O departamento gráfico desenhou mais de 25 mil páginas do jornal e da revista O Pasquim para serem usados nos filmes. Todas contavam com notas de verdade e muitas vezes apresentavam ainda horóscopos e passatempos. Para fazer uma graça, a galera incluía nomes e fotos de membros da equipe nos artigos. Já pensou aparecer em um deles?

8.O Expresso de Hogwarts é uma relíquia

Você sabia que o trem que leva os bruxos à escola todos anos existe de verdade? O Expresso de Hogwarts foi adaptado em cima de uma locomotiva de 1937, que, aliás, foi o primeiro trem de passageiros criado para ser usado em todas as linhas ferroviárias da Inglaterra. Nos estúdios, é possível entrar nele e ver de pertinho a cabine onde Harry, Rony e Hermione se conheceram. Ah! Outra curiosidade legal é que a primeira cena de A Pedra Filosofal e a última cena de As Relíquias da Morte ? Parte 2 a serem gravadas tinham o trem como pano de fundo. Ou seja, tudo começou e acabou ali. :’)

9.Você pode tirar sua selfie com as criaturas mágicas

Muitas das criaturas que aparecem nos filmes, como o basilisco ou até mesmo Dobby, o elfo doméstico, foram criados digitalmente pela equipe de efeitos visuais. Mas praticamente todos os seres mágicos têm bonecos em tamanhos reais que foram usados em algumas cenas e que também serviram de molde para serem feitos no computador depois. Ah! Personagens que foram mortos ou petrificados também têm suas versões fake (assim, os atores não tinham que ficar lá parados durante as cenas, né?). Então, sim, se você visitar o The Making of Harry Potter, vai poder tirar uma selfie com eles!

10.Hogwarts existe!

E não é só nos nossos sonhos, não! O departamento de arte do filme criou uma maquete gigantesca (olha o tamanho das pessoas ali atrás) do castelo para poder fazer as cenas aéreas e os closes da escola. Hogwarts foi construída por 86 artistas e tem todos os detalhes esculpidos a mão. Para iluminar as janelas, foram usadas 300 luzinhas de fibra ótica que até simulavam sombras de alunos passando pelos corredores. Ah, sabe as cenas em que o castelo estava cheio de neve? Era sal!

INFORMAÇÕES SOBRE O TOUR

Se algum dia for à Londres e quiser ir ao The Making of Harry Potter, saiba que os estúdios da Warner Bros. ficam a 20 minutos da capital da Inglaterra. Para chegar lá, o jeito mais fácil é pegar um trem do centro de Londres até a estação Watford Junction. Do lado de fora da estação, um ônibus de dois andares decorado com adesivos do Harry Potter passa a cada 20 minutos e te deixa na porta dos estúdios. É preciso agendar o horário da visita com antecedência no site www.wbstudiotour.co.uk, viu?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s