10 Coisas Que eu Odeio em Você prova que não existem amores impossíveis

Lançado em 1999, longa reúne Joseph Gordon-Levitt e Heath Ledger bem mais jovens num mesmo elenco <3

Já aconteceu com todo mundo: você olha para o garoto gatinho da escola e pensa que, só por ele ter esse ‘título’, vocês nunca vão ficar. Na maioria das histórias da vida real, a ficada realmente não rola – sorry se estamos sendo os primeiros a contar. Mas Em 10 Coisas que Eu Odeio em você, vários amores até então impossíveis se tornam bem reais e, obviamente, de uma maneira super fofa.

O gatilho da trama é Cameron (interpretado pelo Joseph Gordon-Levitt quando ele ainda tinha 18 anos! Um fofo!), que por ter um pai militar, vive trocando de escola. Ao chegar ao seu mais novo colégio, Cameron se apaixona à primeira vista por Bianca (Larissa Oleynik), uma garota normal, mas que tem um status de ‘impossível’ entre os meninos.

Novo no lugar, Cameron até tem coragem de tentar se aproximar da moça, mas se depara com um grande problema: o pai de Bianca só a deixa sair com um cara caso Kat (Julia Stiles), sua irmã mais velha, também esteja saindo com alguém. Seria ok se Kat não fosse a típica ‘do contra’ para os padrões da época. Bem antisocial, ela é muito mais inteligente que as pessoas da escola, além de superorgulhosa e, principalmente, feminista.

Decidido a conquistar sua amada, Cameron vai armar um plano: usar o playboy do colégio para ser seu testa de ferro, fazendo com que ele pague para Patrick (Heath Leadger) sair com Kat – outro amor impossível, já que os dois são completamente opostos. O problema é que o gatinho acaba se apaixonando por Kat e desiste do plano para sair com ela apenas por estar apaixonado. Ele chega até a mobilizar toda a equipe de torcida do time da escola e canta Can’t Take My Eyes Off of You para ela na frente de todo mundo, numa cena clássica do longa. É de uma fofura sem igual!

Mesmo recheado de clichês e bem previsível, a 1h30 do filme passa como se fosse 10 minutos. Primeiro, porque dá gosto de ver a Kat, lá nos anos 90, sendo um exemplo de garota #girlpower de hoje em dia, lutando para ser dona de si mesma. O conflito paralelo do pai que não quer que as filhas cresçam também é bem envolvente. Mas nada, NADA (!) supera a carinha de cachorro-molhado-apaixonado do Cameron toda vez que vê a Bianca. Não é o namorado dos sonhos, gente? ❤

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s