10 anos de Fazendo Meu Filme: fãs contam a importância da série para eles

A saga de Fani e Leo, de Paula Pimenta, foi lançada em 2008 e ganhou um livro comemorativo

Gente, dá pra acreditar que a série Fazendo Meu Filme, da Paula Pimenta, completa 10 anos neste mês?! Pois é, nem parece que faz tanto tempo que a escritora nos presentou com a história de Fani e Leo, né? E, para comemorar esse marco tão especial, pedimos que alguns fãs da saga contassem por que ela foi tão importante para eles. Vamos ver?

Isabela de Souza, 13 anos:

fazendo-meu-filme-isabella

 (Acervo pessoal/Reprodução)

“A série Fazendo Meu Filme foi muito importante na minha vida, porque foi o primeiro livro com maior número de páginas que eu li e ele me abriu as portas para o mundo literário. Já na primeira página do primeiro livro foi amor à primeira vista! Me apaixonei e não conseguia mais parar de ler. A Fani foi a minha melhor amiga durante toda a leitura e me ensinou muito com sua história”.

 

 

Luke (Lucas Duarte), 27 anos:

fazendo-meu-filme-luke

 (Acervo pessoal/Reprodução)

“Meu encontro com Fazendo meu Filme aconteceu quando eu já estava mais velho. Não era tão novinho quando li o primeiro livro, mas quem disse que livro tem prazo de validade, não é mesmo? A série foi nostálgica para mim, pois relembrei momentos especiais que vivi na adolescência. Sem falar que foi muito legal acompanhar a trajetória da Fani e do Leo, que é ambientada na minha cidade, Belo Horizonte.

A Paula Pimenta tem o dom de cativar o leitor com sua escrita simples e seus personagens tão reais que poderiam muito bem ser os amigos que você encontra todo final de semana para sair. Além disso, acredito que parte do sucesso de Fazendo meu Filme vem da reciprocidade e do carinho da Paula com seus leitores. Ela consegue transmitir afeto em cada encontro. Sou prova disso, pois já perdi a conta de quantas vezes já falei com ela!”

Bruna Piccoli, 19 anos:

fazendo-meu-filme-bruna

 (Acervo pessoal/Reprodução)

Fazendo Meu Filme faz parte da minha vida desde a adolescência e, agora, no início da fase adulta, posso dizer que cresci com a Paula Pimenta e esses personagens incríveis! Diferente de tantas outras histórias – e talvez seja por isso que me marca tanto até hoje – Fazendo Meu Filme é repleto de personagens e vivências reais que estarão presentes no meu cotidiano sempre! Muitas vezes soube como agir em determinada situação por causa de algum ensinamento que tive das aventuras vividas por Fani e sua turma. Cresci, aprendi e amadureci muito com essa história incrível nesses últimos 10 anos!”

Emocionante, né? Também para entrar no clima das comemorações, a editora Gutenberg lançou um especial do livro, sabia? Fazendo Meu Filme: 10 Anos – Os Bastidores da História de Fani conta tudo o que rolou até o fim da saga. Tem uma cronologia da série, um apanhado por todos os lugares pelos quais a Fani passou, dicas para quem quer fazer um intercâmbio e até uma biografia completíssima de Paula Pimenta. Você chegou ver?

Você é fã de Fazendo Meu Filme? Conta pra gente como a série te marcou!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s