Tweets antigos de Biel trazem comentários racistas, homofóbicos e misóginos

Cantor fechou contas nas redes sociais, mas prints das postagens estão sendo compartilhadas na web

Por Equipe CAPRICHO Fotos: Reprodução Atualizado em 24 ago 2016, 12h00 - Publicado em 3 ago 2016, 16h30

No mesmo dia em que a entrevista de Biel ao TV Fama, da RedeTV!, repercutiu de forma negativa na web, por ele ter acusado a jornalista Giulia Pereira de prejudicar sua carreira, após ela entrar na Justiça contra ele por assédio, começaram a circular pela web uma série de tweets racistas, misóginos, homofóbicos, gordofóbicos e até com preconceito contra idosos feitos pelo cantor entre 2011 e 2012.

As postagens rapidamente viralizaram nas redes sociais – principalmente Facebook e Twitter -, e trazem comentários absurdos de Biel que dizem coisas como: “negros fedidos”; que ele gostaria de “estuprar” a apresentadora Angélica; que a vocalista do Evanescence, Amy Lee, deveria “cair do palco e ser estuprada”; e comentários contra homossexuais e travestis.

Por conta da viralização, Biel rapidamente trancou suas contas no Twitter e Instagram. Ele também teria pedido o selo azul de verificação do Twitter, que confirma a autenticidade de seu perfil de pessoa pública.

Algo que não adiantou muita coisa, já que os prints já haviam sido feitos e continuam a mostrar um lado obscuro de Biel, que tem dado um close errado atrás do outro desde que foi acusado de assédio. Provando que os tipos de comentários que ele fez para a jornalista – “vou te quebrar no meio”, “levar para um hotel e estuprar”, só para citar alguns -, já eram comuns cinco anos atrás.

Comentários racistas

Continua após a publicidade

Tweets homofóbicos

Afirmações misóginas e gordofóbicas

Preconceito contra idosos

Continua após a publicidade
Publicidade