Tatá Werneck desabafa que chegou a pesar 40 kg após morte de Paulo Gustavo

A humorista falou sobre pressões estéticas e revelou que sua perda de peso foi emocional

Por Da Redação Atualizado em 15 jul 2021, 18h54 - Publicado em 15 jul 2021, 18h48
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

Tatá Werneck usou as redes sociais para fazer um desabafo nesta quinta-feira (15/7). A atriz abriu sua habitual caixinha de perguntas no Instagram e começou respondendo um seguidor que falou sobre seu peso. “Tá muito magra… Tem que ganhar umas gordurinhas, hein?”, escreveu o usuário.

Com isso, a comediante revelou que conseguiu recuperar alguns quilos recentemente, após passar por uma fase bem difícil. “Eu consegui agora ganhar 2 kg, graças a Deus… Pelo amor de Deus, não estou desrespeitando ninguém, eu sei que cada um tem uma história e algumas pessoas precisam emagrecer, outras precisam engordar, por questão de saúde. E eu, quando estou triste, não fico com fome nenhuma”, começou nos Stories.

Após explicar que isso é algo que acontece desde que era pequena, chegando a recordar uma ocasião em que ficou internada por desidratação, Tatá relatou que a morte de Paulo Gustavo foi algo que a abalou bastante: “Quando o Paulo morreu, eu cheguei a 40 kg. Fiz vários exames para ver se era só uma coisa emocional e graças a Deus estava tudo bem e era emocional mesmo”, declarou.

Duas imagens de Tatá Werneck; ela está com lágrimas nos olhos e com expressão triste; a margem é uma textura em tons de azul, roxo e rosa
Tatá Werneck fez um desabafo nas redes sociais @tatawerneck/Instagram/Reprodução
Continua após a publicidade

Ela afirmou que precisou se forçar a comer, tentando se alimentar de coisas saudáveis durante esse período para recuperar o que perdeu, mas que foi até mesmo parabenizada por estar tão magra: “As pessoas me davam parabéns. Eu estava muito magra porque estava deprimida e as pessoas falavam: ‘Caraca, mas está ótima’. E eu dizia: ‘Não, ótima não, eu não estou saudável, estou deprimida’. Mas estou melhor, graças a Deus.”

Tatá aproveitou para dizer que é “surreal” que achem que alguém deprimido está bem por conta de seu peso. “Estar ótimo é estar saudável”, declarou a humorista. Em outro vídeo, ela tenta completar a resposta falando de Paulo, mas fica muito emocionada e para a gravação: “Não consigo”, desabafou.

Parar falar um pouco mais sobre pressões estéticas, Tatá relatou que desde os 15 anos precisou explicar que não estava grávida, porque “sempre teve barriga grande” e contou um pouco como essa experiência mudou durante e após sua gestação.

“Quando eu estava grávida, estava sempre com a barriga de fora e aí falavam: ‘Caraca… Não, mas é por causa da bebê.’ E agora que estou cheia de estria, falam: ‘Não, gente, ela tem estrias porque teve uma bebê’. Como se eu tivesse um aval para ter uma ‘parada’ que eu sempre pude ter. Mas as pessoas ficam pressionando como se a gente não tivesse o direito de ter nada.”

Após reforçar que o peso das pessoas não deve ser usado como elogio ou ofensa, Tatá terminou com uma mensagem positiva para os seguidores: “Não existe perfeição, perfeição é você ser do jeito que você é“, finalizou.

Continua após a publicidade

Publicidade