Continua após publicidade

Stephen Sanchez nos teletransporta para a contracultura dos anos 1960

Em entrevista à CAPRICHO, jovem cantor americano celebra a conexão entre diferentes gerações através de suas músicas

Por Sofia Duarte 16 jul 2023, 11h57

O cantor americano Stephen Sanchez, de Nashville, no Tennessee, bombou em 2022 com a música Until I Found You, que virou um verdadeiro hit no TikTok e possui uma sonoridade que nos teletransporta direto para a cena musical americana dos anos 1950 e 60. Agora, depois do álbum Easy On My Eyes lançado no ano passado, o jovem de 20 anos volta com o single Only Girl e o anúncio de uma turnê nos Estados Unidos que talvez se expanda para outros países. Em entrevista à CAPRICHO, ele revela suas influências e celebra a possibilidade de conectar diferentes gerações.

Após a balada romântica Until I Found You, em que Stephen Sanchez está apaixonado depois de dizer que nunca se apaixonaria, Only Girl traz um diálogo entre dois personagens rivais, o ‘Troubadour Sanchez’ e um misterioso amor antigo da vida de Evangeline, a garota pela qual ambos têm interesse. As influências por trás dessa canção foram, segundo ele, a banda The Four Seasons e o cantor Marvin Gaye. A ideia de Sanchez é trazer o sentimento de amor da contracultura da década de 1960

Eu acho que as músicas dos anos 1950 e 60 são totalmente contracultura nos dias de hoje“, afirma à CAPRICHO. “[…] Estamos vivendo em um mundo cheio de letras sem substância que uma geração de pessoas está consumindo em um ritmo rápido e deixando todo mundo sem profundidade. E eu acho que é super ‘rock and roll’ não ouvir essas coisas”, completou, revelando também nomes que fazem parte de suas referências atuais tanto em termos de som quanto de letra – a banda de indie folk Lord Huron e o cantor Hamilton Leithauser.

Continua após a publicidade

Por trazer essa atmosfera sessentista em suas músicas, o cantor tem conseguido conectar diferentes gerações, tanto jovens que se encantam por uma sonoridade diferente do que estamos vendo hoje quanto pessoas mais velhas que viveram na década que ele usa de fonte de inspiração. “Eu me sinto animado em fazer isso. É muito legal! É uma daquelas coisas que você cria e as pessoas da nossa geração podem viver pela primeira vez e ter uma sensação de fresco, de novo. Mas gerações mais velhas podem olhar para isso e falar: ‘Nossa, isso me dá muita nostalgia’“, analisa.

View this post on Instagram

A post shared by Stephen Sanchez ♡ (@stephensanchezofficial)

Por fim, Stephen Sanchez comenta como será a turnê americana que acontece a partir de outubro. “Nós estamos tentando expandi-la para outros países. […] E os shows vão parecer que estamos assistindo a algo teatral. Vai parecer que você entrou em uma máquia do tempo e foi parar em um show dos anos 1960.”

Esperamos que o cantor venha para o Brasil em breve! Quem sabe em um festival, né?

Publicidade