Meghan Trainor dá resposta polêmica sobre política em entrevista e internet não perdoa

Cantora não foi muito feliz ao expressar sua opinião sobre política.

Por Equipe CAPRICHO Atualizado em 24 ago 2016, 12h16 - Publicado em 17 jul 2016, 18h30

A cantora Meghan Trainor, de 22 anos, é a capa do mês da Billboard e concedeu uma entrevista exclusiva para a revista. Até aí, só alegrias. O problema é que uma das perguntas foi sobre a atual disputa política americana entre Hillary Clinton e Donald Trump. Quando questiona sobre em qual dos dois votaria, Trainor deu a seguinte declaração: “Eu deveria tomar o caminho mais consciente, e se fosse Clinton ou Trump, eu definitivamente votaria nela. Mas eu nunca votei e não tenho nenhum desejo de votar“.

//instagram.com/p/BH2hMArjB1Z/embed/

É claro que a gente consegue entender o que a cantora quis dizer. Afinal, não está fácil escolher um candidato para nos representar no poder, seja nos Estados Unidos, seja no Brasil. Mas a questão levantada por alguns internautas é a de que Meghan Trainor, por ser um exemplo atual de girl power, deveria incentivar as garotas a exercerem esse direito, que, durante muitos anos, foi exclusivamente masculino.

 

“Adicione isso a lista de porquês Trainor não é um modelo para os jovens”, “Votar é um privilégio. Muitas mulheres morreram para isso acontecer” e “Como Meghan pode ser tão irresponsável?” são alguns dos comentários mais presentes no Twitter, feito por usuários (e até mesmo por fãs) inconformados.

Como empoderadora e inspiração para tantas meninas, Trainor deveria ter sido mais cuidadosa em sua resposta. E aí, o que você acha dessa polêmica toda?

Continua após a publicidade
Publicidade