Marina Ruy Barbosa critica aglomerações na pandemia: “Acordei pistola”

Marina falou sobre a irresponsabilidade de frequentar festas de fim de ano durante ao atual cenário do Coronavírus. Veja!

Por Amábile Reis 7 dez 2020, 15h38
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

O ano está acabando e, com ele, chegaria normalmente a época das comemorações. Mas, no cenário de uma possível segunda onda de coronavírus no Brasil, as festas podem ter que ser adiadas. E, Marina Ruy Barbosa, deu a sua opinião sobre o assunto, criticando as pessoas que pretendem fazer aglomerações em breve.

“É tão óbvio falar isso. Mas eu vejo cada turma pensando na futilidade da virada em algum lugar pop. As pessoas acham que só porque vai acabar esse ano, o Covid também vai ficar em 2020. Não vai, galera. Não dá para ficar fazendo aglomeração/festona em réveillon. Irresponsabilidade”, comentou a atriz.

Marina esclareceu que faz testes com frequência e que continua atenta por ela, pela sua família e pelos outros.

Continua após a publicidade

“O que eu penso é o seguinte. Agora, depois de meses e meses de discussões, estudos e muita gente morrendo, todos já sabem a gravidade disso tudo. Então, não existe mais lacuna de dúvida. É responsabilidade ou não. Fim. Ninguém nunca tinha vivido uma pandemia. Era até compreensível e perdoável certas coisas. Mas agora estamos vivendo isso há quase 1 ano. Não dá mais tempo de errar. Enfim, acho que acordei pistola hoje”, finalizou.

 

E aí, qual é a sua opinião sobre o assunto?

Continua após a publicidade

Publicidade