Livros de Harry Potter são banidos de biblioteca de escola católica

O reverendo da escola afirmou que se consultou com exorcistas antes de tomar a decisão

Por Mel Trench 3 set 2019, 13h58
harry-potter-confusos
Reprodução/Reprodução

Gente! De acordo com o The Independent, uma escola católica no Tennessee, nos Estados Unidos, baniu todos os livros de Harry Potter da biblioteca. A decisão foi tomada pelo reverendo Dan Reehill, que acredita que os feitiços da saga são reais e podem conjurar espíritos do mal quando lidos. YUKÊ? Será que alguém jogou um Confundus nele? Hahaha. Vem entender!

  • O reverendo explicou a situação para os pais em um email, dizendo que havia consultado exorcistas norte-americanos e do Vaticano antes de banir a produção. “Os livros apresentam a magia como algo que pode ser bom e ruim, o que não é verdade, mas uma enganação inteligente. As maldições e feitiços utilizados nos livros são reais, quando alguém está lendo corre o risco de conjurar espíritos do mal”, afirmou. Uma coisa nós podemos garantir: tentamos usar os feitiços várias vezes e infelizmente nunca deu certo!

    Rebecca Hammel, a superintendente da escola, comunicou que o colégio não proibirá que os alunos leiam a saga de J.K. Rowling desde que os pais deem permissão. Ela ainda comentou que a Igreja Católica não tem uma opinião formada sobre os livros, por isso cada representante religioso pode decidir qual conduta prefere seguir. “Não censuramos nada de nossas seleções, exceto para que tenhamos certeza de que nossa biblioteca contém um material apropriado para as salas de aula”, explicou. Complexo!

    Bem que os potterheads adorariam poder conjurar algumas magias por aí, viu?

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade