Em Bangladesh, garota é ameaçada de estupro por ser fã do BTS

O fandom ARMY chamou a atenção para os casos de violência e demonstrou apoio às vítimas

Por Gustavo Balducci Atualizado em 19 nov 2021, 17h45 - Publicado em 19 nov 2021, 15h21

Uma notícia triste e chocante deixou o fandom abalado nesta sexta-feira (19/11). Segundo um relato publicado no Twitter por uma jovem de Bangladesh, país localizado no sul da Ásia, ela teria recebido ameaças de estupro por usar uma mochila com o rosto do grupo BTS estampado.

“Eu estava voltando para casa depois de terminar minhas aulas e tenho uma mochila do BTS. De repente um homem agarrou minha bolsa e disse: ‘Se você não jogar esta bolsa fora, eu vou estuprar você.’ Ele apertou minha mão com tanta força a ponto de quebrar meus ossos. Ninguém estava lá. Fiquei tão assustada”, relatou a garota (que não teve seu nome divulgado).

Ela também contou que conseguiu se libertar do abuso após muito esforço, mas o homem manteve sua bolsa com ele e reforçou que “se ela fosse vista com mais algum item do BTS, ela estaria morta”. Além dela, outros Armys de Bangladesh compartilharam relatos recentes de assédio por usarem objetos relacionados ao grupo.

Os tuítes da jovem foram apagados pouco tempo depois, mas os fãs do grupo levantaram uma série de hashtags e demonstraram apoio à vítima. A frase WE STAND WITH BANGLADESH ARMY e a tag #EndViolence chegaram até os trending topics do Twitter acompanhadas de mensagens de suporte e também de revolta com a situação:

Continua após a publicidade

Os fãs ainda aproveitaram para relembrar trechos importantes de entrevistas e frases onde o BTS falou sobre amor e respeito ao próximo:

Aqui no Brasil, a violência praticada contra a mulher, seja ela psicológica ou física, é crime. Você pode denunciar através da Central de Atendimento à Mulher, no número 180.

Continua após a publicidade

Publicidade