Eita! Oscar 2019 não terá mais um apresentador

A decisão está relacionada às polêmicas com o comediante Kevin Hart, que iria apresentar a edição deste ano

Por Mel Trench 10 jan 2019, 18h15

A primeira edição do Oscar aconteceu em 1929. Desde então, a premiação sempre foi conduzida por um apresentador principal, com exceção de 5 edições: 1939, 1969, 1970, 1971 e 1989. Depois de polêmicas envolvendo Kevin Hart e tweets homofóbicos do ator, a Academia decidiu que a edição de 2019 também não terá um apresentador.

View this post on Instagram

Meet our new host. Tune in on February 24.

A post shared by The Academy (@theacademy) on

Continua após a publicidade

No dia 4 de dezembro de 2018, o comediante foi anunciado como o apresentador da 91ª edição do Oscar. Porém, algumas pessoas acharam tweets antigos do ator, nos quais ele tinha feito comentários homofóbicos. Por causa disso, a Academia deu duas opções para ele: desculpar-se ou desistir de apresentar a noite.

Dois dias depois, Kevin anunciou que não seria mais o host do Oscar: “Escolhi descartar a desculpa. A razão pela qual faço isto é porque já falei sobre isto diversas vezes”, explicou. Mas ele fez um post à comunidade LGBT pelo Twitter: “Lamento ter machucado as pessoas. Estou evoluindo e quero continuar fazendo isto”.

  • Depois dessa notícia, teve gente pensando em quem poderia ser o novo apresentador e outros dizendo que, no final, o Oscar 2019 não teria um só. E foi isso que aconteceu! Segundo a Variety, a Academia decidiu que a cerimônia não terá um apresentador só. Serão vários famosos importantíssimos fazendo esse papel, mas cada um em um momento diferente da noite. A gente fica na torcida para que dê certo, né?

    Vale lembrar que o Oscar 2019 vai rolar no dia 24 de fevereiro.

    E aí, o que você achou dessa escolha?

    Continua após a publicidade
    Publicidade