Caio Castro revela: “Já fiquei com 13 garotas numa noite”

Em entrevista para a CAPRICHO, Caio Castro, o Bruno de "Malhação", fala sobre o seu passado de pegador e hoje diz que pendurou as chuteiras e só pensa em ficar sossegado.

Por Da Redação - Atualizado em 16 ago 2016, 18h23 - Publicado em 17 dez 2015, 19h15

Com esse sorriso e o cabelo cacheado, seria bem fácil para o ator Caio Castro pontuar na balada (lógico, que menina não ficaria com ele?). Nos tempos de pegador, que ele jurou à CAPRICHO ter deixado lá para trás, o cara chegou a ficar com mais de 10 na mesma noite.

Um campeão! Mas isso é coisa do passado. Agora, o gato prefere conhecer melhor uma garota e investir na relação. Será que, com o sucesso na Globo, ele vai conseguir?

O que uma garota tem que fazer para conquistá-lo?

Se a menina for ela mesma, uma pessoa simples, ganha pontos. Eu gosto de mulher decidida, com atitude e personalidade forte. Não gosto de garota que depende dos outros.

Continua após a publicidade

Qual é a mulher top pra você?

Aquela que tem um bocão, a Eva Mendes, e da Angelina Jolie. Gosto da boca.

Em que você repara primeiro numa menina?

O cabelo e a boca. Gosto de cabelo cheio, ondulado, e prefiro os mais claros, uma coisa bem praia. Eu adoro o estilo surfista, o que não quer dizer que eu não goste dos outros…

Continua após a publicidade

Hum… Você é do tipo pegador, né?

(risos) Ah, todo mundo teve uma fase de pegador. A minha foi quando eu tinha uns 15 anos. Hoje, com 19, sou mais tranqüilo: prefiro pegar uma nota de R$ 100, do que pegar 100. Gosto de conhecer melhor antes e não ficar só por ficar.

Na fase pegador, com quantas chegou a ficar numa noite?

Umas 13. (risos) Mas faz muito tempo. Eu era muito novo. Hoje em dia, não fico com mais de duas (?!). Mudei bastante, foi só uma fase.

Continua após a publicidade

Quer encontrar o Caio? Então anota aí o nome das praias onde ele costuma pegar onda: Maresias e Baleia, praias de São Sebastião (SP); Tombo, no Guarujá (SP); Boqueirão, em Santos (SP); e Pepê, no Rio de Janeiro (RJ).

Publicidade