BBB19: Rodrigo vai depor contra Paula por causa de preconceito religioso

Paula pode ser chamada para prestar depoimento. Se isso acontecer, ela corre o risco de ser eliminada do reality

Por Da Redação Atualizado em 3 abr 2019, 13h47 - Publicado em 3 abr 2019, 13h38

Rodrigo foi o eliminado da semana no BBB19 e, como acontece com todo mundo que sai da casa, tomou café da manhã com Ana Maria Braga nesta quarta-feira (3) no Mais Você. Além de se emocionar após rever alguns momentos que viveu dentro do programa, o produtor cultural comentou também episódios de racismo e preconceito religioso que vem sofrendo em seu perfil nas redes sociais e deixou claro que ele e sua família vão denunciar aqueles que fazem isso.

rodrigo-bbb19
Rodrigo, do BBB-19, no programa Mais Você Reprodução/Gshow

“Minha família já entrou em contato com um advogado. A gente vai processar por uma relação do racismo, racismo religioso. A minha família cultua o candomblé, que não tem uma estrutura de catequizar ninguém”, disse Rodrigo. “Mas, mais uma vez se coloca o candomblé como algo maligno, perverso, sem o cuidado de se perguntar sobre o que se fala. Não é só desconhecimento, é maldade mesmo. Não é só por mim, é por todo um povo, uma população que cultua algo e é desrespeitada. Sempre temos casas de axé que são apedrejadas e eu não posso me calar de forma alguma. Não seria eu. Talvez tenha entrado nesse programa pra isso”, completou.

  • Embora no Mais Você Rodrigo tenha se referido exclusivamente aos casos de preconceito que sofreu na internet, seu assessor, Adalberto Neto, confirmou ao UOL que o ex-brother vai depor também contra Paula ainda nesta semana. Vale lembrar que a sister foi acusada de intolerância religiosa pelo público após dizer que sentia medo do brother por ele ter contato “com esse negócio de Oxum”. Oxum, ao qual ela se referiu, é um orixá popular em religiões de matriz africana, como o candomblé e a umbanda. 

    “Ele quer tocar [o depoimento contra a Paula], e não apenas pelo que foi desferido contra ele, mas pela causa que ele defende. Pelas pessoas que ele representa e que isso não volte a ser reproduzido. Isso é o que ratifica o genocídio negro e o racismo”, disse Adalberto à publicação.

    Paula e Tereza dizem o que pensam sobre o Big Brother Brasil 19
    Foto: TV Globo/Reprodução

    Em entrevista à Quem, o delegado titular da DECRADI (Delegacia de Combate à Intolerância Religiosa), Gilbert Stivanello, afirmou na semana passada que pretendia interrogar Rodrigo e Paula quanto ao caso. Ao contrário do que aconteceu com Vanderson, eliminado nas primeiras semanas do reality após precisar prestar depoimento sobre acusações de violência, Stivanello disse que não achava certo tirar Rodrigo do programa para depor, uma vez que “não considero justo penalizar pela segunda vez uma pessoa que pode ter sido vítima de um delito”. Por isso, ele decidiu esperar que o participante saísse da casa para ouvi-lo. Acontece que, se Rodrigo realmente tiver se sentido vítima de preconceito pela sister, ela pode, sim, ser convocada para prestar depoimento aqui fora.

    Será que Paula corre o risco de ser eliminada?

    Continua após a publicidade
    Publicidade