ESCREVA SEU PRÓPRIO BEST-SELLER MILIONÁRIO

Nosso colunista e escritor pobre e frustrado, Jerri Dias, dá várias dicas para você ficar milionária escrevendo livros para adolescentes.

Por Da Redação Atualizado em 16 ago 2016, 17h50 - Publicado em 17 dez 2015, 19h14

1 . Seus personagens principais têm que ser adolescentes… Dããã!

2. O protagonista tem que ser um menino bonito, simpático e com um passado trágico (os pais mortos ou o cachorrinho atropelado) ou um grande trauma na vida (apanhava muito do pai ou repetiu a 1ª série do Ensino Fundamental), que ele tem que resolver até o final do livro ou da saga, caso você pretenda escrever uma série de livros.

3 . Ele tem que ter alguma coisa especial, diferente dos outros, que o faça se sentir marginalizado. É legal se ele tiver poderes mágicos, ser vampiro ou filho de um Deus Olímpico. Fazer ele corcunda e filho bastardo do dono da padaria da esquina não é bom para as vendas…

4. Como todo garoto, ele tem que ir pra escola, então se ele é feiticeiro, vai para a escola de magia; se for vampiro, para a escola de vampiros ou uma que aceite alunos repetentes; se for semi-Deus, para a escola de semi-Deuses. Se for filho do padeiro, para a escola de padeiros, mas esse eu já avisei que não tem futuro.

5. Crie um vilão, que por algum motivo absurdo e sem sentido, precisa matar o seu heroi, apesar de existirem vários adultos mais poderosos e fortes que o menino, ele tem que ficar tentando matar o seu heroi.

6. O melhor amigo dele tem que ser meio bobo, meio burro, meio feio e meio gordinho e engraçado. Isso faz com que haja comparações entre os dois e faz com que seu heroi fique parecendo mais bonito, mais sério e mais nobre e não o chato que ele seria na vida real.

Continua após a publicidade

7. É bom que ele tenha uma amiga para criar um interesse romântico, mas ele não pode ficar com ela logo de cara e nem muito rápido, pois tem que dar chance às suas leitoras femininas imaginarem que um dia poderão casar com o seu personagem.

8. Escreva uma batalha final empolgante onde o seu heroi mostra que se importa com os outros e está disposto a se sacrificar pelos amigos, namorada ou pelo mundo, para que todos seus leitores acharem ele mais bacana ainda. Ah, sim, não ceda ao realismo e mate o seu heroi, pois seu livro tem que virar uma série.

9. Agora que seu livro foi um sucesso de vendas, basta repetir a mesma histórinha em todos, só mudando um pouco as situações e tirando alguns personagens e adicionando outros.

10. E não esqueça de mencionar meu nome nos agradecimentos e de me mandar um cheque bem gordo pelas dicas quando você for milionária.

Jerri Dias escreveu um livro sobre o filho corcunda bastardo do padeiro.

Gostou? Odiou? Visite o Blog do Jerri !

Continua após a publicidade
Publicidade