Seleção Feminina de Futebol da Austrália vai ganhar igual à Masculina

Acordo histórico garante igualdade de salários e de condições de trabalho nos centros esportivos. É disso que a gente está falando!

Por Isabella Otto - 8 nov 2019, 11h16

Mais uma conquista para a história do futebol feminino que deve ser celebrada! Nesta semana, após uma convenção coletiva realizada na Austrália, ficou decidido que a Seleção Australiana de Futebol Feminino receberá o mesmo salário que a Seleção Masculina.

NurPhoto/Getty Images

Até então, a Federação Australiana de Futebol destinava 24% de sua receita para o time dos homens, investindo apenas o que sobrasse no das mulheres. Agora, esse valor será dividido igualmente. “O futebol é o esporte de todo mundo e essa nova convenção coletiva constitui um passo a mais em direção a adoção de valores de paridade, integração e igualdade de chances”, garantiu Chris Nikou, presidente da Federação.

Outras decisões também foram tomadas no que diz respeito ao tratamento recebido por atletas do sexo feminino e masculino. A partir de agora, as jogadoras viajarão somente de classe executiva, como já acontecia há tempos com os homens. As condições nos centros esportivos também serão igualadas.

 

Continua após a publicidade

Vale lembrar que a disparidade de salários, patrocínio e investimentos entre o futebol masculino e feminino é uma epidemia mundial e contribui para que o esporte ainda seja rotulado como um dos mais machistas do globo. A atacante Marta, da Seleção Brasileira de Futebol, ganha, por exemplo, 1% do que ganha Neymar, camisa 10 da Seleção Masculina. 

Publicidade