Os racistas transformaram esse emoji em um símbolo da supremacia branca

Nacionalistas defensores da supremacia racial usam o sinal de "ok" com as mãos de maneira distorcida e criminosa, especialmente nos EUA

Por Isabella Otto Atualizado em 8 out 2021, 12h25 - Publicado em 9 out 2021, 10h06

Por mais inacreditável que pareça (mas talvez nem pareça tanto assim, vide mundo em que vivemos), alguns usuários usam o emoji de “ok” como um símbolo de ódio – só que não tem nada a ver com aquele gesto considerado pejorativo em alguns países, de mandar a pessoa tomar ~naquele lugar~.

Montagem com o emoji de ok com as mãos ao centro. Ao lado dele, emojis de enjoo e vômito
Emojopedia/Reprodução

O desenho acima é utilizado por certos grupos de extrema direita como uma simbologia da supremacia branca, que não enxergam as letras “o” e “k”, mas “w” e “p”, abreviação de white power (“poder branco”).

A simbologia se tornou mais frequente em 2017, após a eleição de Donald Trump, quando o desenho começou a ser usado em cartazes, conversas online, tweets e legendas de fotos por nacionalistas, muitos deles liderados por um tal de jornalista e palestrante Milo Yiannopoulos, aká racista, criminoso e babaca. O emoji foi completamente distorcido durante as manifestações de apoio ao ex-presidente dos Estados Unidos, que tinha ideias segregacionistas de governo.

Imagem mostrando o sentido do emoji ok dado por racistas
Como os supremacistas enxergam o sinal de “ok” com as mãos Anti-Defamation League/Divulgação

Na época, várias matérias foram feitas explicando que o emoji de “ok” com as mãos simplesmente significa “ok” e reforçando que manifestações racistas são consideradas criminosas. No Brasil, a Lei Afonso Arinos, de 1951, sancionada por Getúlio Vargas, proíbe a discriminação racial no Brasil – mas há ainda um longo caminho a ser trilhado. Qualquer tipo de apologia ao nazismo, cuja ideologia é pautada em cima da supremacia racial, também é crime.

Importantíssimo ressaltar que nem tudo por ser justificado com “minha opinião” e liberdade de expressão, e que emojis podem ter seus sentidos alterados de acordo com o contexto, mas isso não significa que eles possam ser usados indiscriminadamente dessa maneira.

Hoje, o emoji é menos usado com o significado de white power, mas ainda há quem faça isso. E você, já conhecia essa história absurda?

Continua após a publicidade
Publicidade