It quarto: o refúgio da estudante Pâmela Teles é o seu paraíso particular

Cada detalhe do cantinho da Pâmela foi idealizado e concluído por ela. Ou seja, aperte os cintos porque teremos muitas inspirações de DIY nesta matéria!

Por Isabella Otto Atualizado em 17 ago 2016, 15h33 - Publicado em 5 fev 2015, 16h10

Paraíso terrestre oculto: essa é uma das definições para a expressão Shangri-la . Então, sim, podemos dizer que a Pâmela Teles tem o seu próprio Shangri-la, que, no caso, é o seu quarto. Aos 20 anos, a estudante de arquitetura decidiu mudar a decoração recentemente e começou a usar o tempo livre para colocar no papel tudo o que a sua imaginação estava idealizando para o seu centinho. O quarto da Pâ é um verdadeiro paraíso em pleno município de Guarulhos, em São Paulo, e você também vai querer fugir para lá! 😉

Você buscou referências para a nova decoração?

Sou estudante de arquitetura, então esse universo da decoração me rodeia bastante. De um modo geral, gosto do estilo colonial e de tons claros. Tentei adaptar o gosto de acordo com o que era possível ser trabalhado no local e levando em consideração o orçamento. Gosto quando as coisas ficam com aquela carinha de que foram feitas à mão, sabe?

Hmmm… Feitas à mão? Então quer dizer que seu quarto tem muito DIY?

Sim! Tudo feito à mão e com muito amor! (risos) Tenho essa paixão por artesanato e adoro pensar que cada coisinha criada por mim tem um significado especial, como, por exemplo, o quadro em cima dos livros. Nele está carimbada a minha mão e a dos meus irmãos.

Napoleão, Torre Eiffel… Você gosta de Paris? Já foi para lá?

Gosto bastante e amo ler sobre a Revolução Francesa. E, sim, já tive a oportunidade de visitar Paris. Foi por apenas um final de semana, mas foi incrível! Toda aquela arquitetura, todos aqueles museus… As esculturas, a torre, o sotaque dos franceses… Me senti muito bem por lá.

Seu papel de parede é a coisa mais linda do mundo! Foi difícil encontrá-lo?

Se eu contar você não vai acreditar: isso é tecido!!! Antigamente, eu tinha papel de parede, mas o custo era um pouco alto. Então, nesse novo espaço, pensei em algo mais econômico. Foi quando lembrei do tecido! Fiz algumas buscas na internet, afim de encontrar algumas dicas, comprei o modelo que eu queria e uma cola branca, tudo por menos de R$30, e pronto! Fiz até um post no meu blog pessoal, o Todo Mel da Flor, explicando o processo de colagem.

Quanto tempo demorou para o seu quarto ficar pronto?

Algo em torno de três meses. Mas estou sempre fazendo alguma mundaça: pendurando uma coisinha ali, outra acolá…

Qual é a coisa que você mais ama em toda a decoração?

Todas as coisas feitas por mim tem um grande valor, mas o tecido na parede é meu xodó. Ficou bem colocado e toda vez que alguém vem aqui e vê que é um tecido, não acredita. Acho isso uma graça! (risos)

O que foi mais difícil de fazer ou de encontrar?

A penteadeira, pois queria algo nesse estilo retrô, mas que fosse pequeno.

Continua após a publicidade

Se você pudesse usar uma palavra para definir o que o seu quarto, qual seria?

Refúgio.

Você passa muito tempo dentro do quarto? O que mais faz nele?

Durmo, porque dormir faz bem, né? (risos) Brincadeiras a parte, meu quarto é o meu ateliê, meu local de trabalho, meu cantinho. Faço tudo aqui!

O que você deseja transmitir com a decoração?

Leveza. Apesar do meu quarto ter muita informação, acredito que esteja tudo em harmonia.

Alguém te ajudou ou você fez tudo sozinha?

Namorado, amigos e familiares ajudaram com alguns itens de decoração, mas a organização em geral fui eu que fiz.

Você acredita que o seu quarto transmite a sua personalidade?

Sim, mas não totalmente. Meu quarto transmite o meu Eu sensível, amoroso e leve. Seja pelas cores, pelas flores, pelo cheiro. Cada coisinha tem um pouquinho de mim.

Qual é a sua maior dica de decoração?

Harmonia das cores. Independentemente dos móveis, acredito que a palheta de cores tem que ornar sempre.

Quer participar do It Quarto? Então clique AQUI e preencha o formulário!

Continua após a publicidade
Publicidade