Homem sobrevive após ser engolido por baleia e conta qual foi a sensação

"Eu falei pra mim mesmo: 'Tá bom, é isso, minha hora chegou", conta o mergulhador Michael Packard

Por Gabriela Junqueira 15 jun 2021, 15h35
Ao centro, modelo usa cropped azul de manga comprida. Ela está com uma das mãos na cintura, sorrindo. De um lado, a frase
Marisa/Divulgação

Um homem estava mergulhando no mar em Cape Cod, Massachusetts, nos Estados Unidos, para pescar lagostas quando foi engolido por uma baleia Jubarte, animal que pode chegar a 15m e pesar mais de 30 mil toneladas. O mergulhador Michael Packard, de 56 anos, sobreviveu e contou à CNN americana como tudo aconteceu e escapou da morte. 

Colagem com duas imagens. Na primeira, está uma baleia Jubarte saltando no ar. Na segunda o mergulhador Michael Packard sorri, deitado em uma cama no hospital.
Barcroft Media / Colaborador/ CNN/Reprodução

“Mergulhei e desci uns 15m de profundidade. De repente, senti uma pancada muito forte e não vi mais nada. Daí eu percebi: ‘Ai, meu deus, estou na boca de uma baleia… Estou na boca de uma baleia e ela está tentando me engolir!‘. Eu falei pra mim mesmo: ‘Tá bom, é isso. É isso… Minha hora chegou… Vou morrer'”, disse. Packard revelou que na hora só conseguia pensar em seus dois filhos, que tem 12 e 15 anos.

O pesadelo durou aproximadamente 30 segundos e o mergulhador conseguiu respirar durante esse tempo graças ao seu tanque de oxigênio. De repente, ela subiu à superfície e começou a balançar a cabeça. Eu fui lançado no ar e caí na água. Estava livre e simplesmente fiquei boiando ali”, contou. 

  • Em seguida, o homem foi resgatado por um barco de seus colegas e levado ao hospital, mas já recebeu alta. O mergulhador teve um deslocamento no joelho e voltou para casa mancando. “Considerando o que ele passou, ele está muito bem. Nossa estou muito agradecida”, disse Julie, sua esposa.

    Que loucura, não? E a gente pensado que algo do tipo só acontecia em Pinóquio

    Continua após a publicidade
    Publicidade