Empodere-se com esses 100 desafios feministas do livro de Maynara Fanucci

'Existe muito trabalho a ser feito internamente em cada uma de nós', opina a criadora da página 'Empodere Duas Mulheres'.

Por Isabella Otto Atualizado em 18 ago 2018, 15h42 - Publicado em 18 ago 2018, 10h02

“Nossa autoestima é sempre diminuída e, ao longo da vida, observamos as tentativas que a sociedade faz de limitá-la. Somos ensinadas a nos contentar com migalhas e nem nos atrevemos a pedir mais, já que temos medo de ser ‘exigentes demais’.” Este é um pequeno trecho do livro Empodere-se, lançado recentemente por Maynara Fannuci, criadora da página de Facebook “Empodere Duas Mulheres”. O convite veio da Editora Benvirá, que acompanhou o projetos de desafios diários online proposto pela feminista e decidiu que seria legal transformá-lo em um documento impresso, que as mulheres pudessem ter em suas mesas de cabeceira e ler sempre que sentissem necessidade.

Reprodução/Reprodução

O livro apresenta 100 desafios para você, leitora, se (re)conhecer melhor, entender seus limites, respeitar seu tempo e viver mais feliz consigo mesma. Não é uma tarefa fácil e Maynara sabe muito bem disso. Quando estava na faculdade, foi adicionada a um grupo no Facebook que tinha a proposta de discutir o feminismo. Ela, na época, sabia pouco sobre o movimento, mas precisou apenas de dias para perceber que ele mudaria sua vida – ou que, no caso, já tinha mudado. Foi então que ela teve a ideia de criar a “Empodere Duas Mulheres”, em 2015, e tornar o feminismo mais acessível para ela mesma e para outras mulheres. “Ser prática, compreensível e didática sempre foi a proposta da página desde o início e eu acabei tentando passar isso tudo para o livro”, conta a jovem de 26 anos, que atualmente vive na Inglaterra.

  • Aliás, você sabia que a CAPRICHO foi o primeiro grande veículo a falar do Empodere? “Foi muito importante ter pessoas que acreditaram no projeto quando nem eu mesma sabia o que estava para acontecer nos anos seguintes. Passei a sentir uma necessidade enorme de falar sobre feminismo para mais mulheres e a página serviu como ferramenta para isso”, conta Maynara. A mídia também tem um importante papel na discussão sobre o movimento e no empoderamento feminino. Apesar de pecar em muitos pontos, como pontua a escritora, ela vem trilhando um importante caminho transformador. “Mesmo quando conseguimos quebrar o padrão, abordando algum tema em uma revista ou emissora, por exemplo, vemos o quanto é difícil, às vezes, mudar a estrutura completa em si desde a base. Ainda existe um sistema completo que precisa ser levado em conta – e que é difícil de quebrar. Mas é para isso que eu e tantas mulheres ao redor do mundo estamos trabalhando”.

    Reprodução/Reprodução

    A brasileira garante que a vivência em outro país está acrescentando muito em sua vida pessoal. Apesar da rica troca cultural, Maynara é uma mulher imigrante – e isso nem sempre é fácil. Mas é justamente isso que a escritora aborda logo no início do livro. Muitas vezes, somos levadas a pensar que nós somos o problema, quando, na realidade, o problema está nos olhos de quem vê, nos preconceitos enraizados, nos padrões impostos pela sociedade. “O primeiro desafio fala sobre se perdoar e eu acho que esse é um desafio que pode ser feito diariamente”, conta. E sabe quem teve a chance de ler o que Maynara Fanucci escreveu pela primeira vez? Sua avó! “Ela, dentro de sua própria realidade, conseguiu entender minha proposta e o que estava escrito no livro, conseguindo se conectar com as histórias que contei. Isso foi o mais importante para mim: perceber que todos os desafios fizeram sentido até mesmo para a minha avó. E estamos falando de uma mulher criada duas gerações antes de mim, que não teve tanto acesso ao feminismo nem está nas redes sociais”, pontua.

    Perguntamos para Maynara quais são os seus desafios preferidos e ela garantiu que é impossível responder. Todos são importantes. Nós, entretanto, separamos três que acreditamos ser transformadores – e ótimos para reflexão:  (1) “é importante amar, mas também é preciso deixar que os outros te amem”, (2) “respeite seu próprio tempo” e (3) “não se diminua para caber no espaço do outro. Seja você por inteira”. Agora é com você: queremos que você leia o livro da criadora da “Empodere Duas Mulheres” e nos conte qual desafio teve mais impacto no seu dia a dia!

    “Empodere-se” está à venda nas principais livrarias por um valor aproximado de R$ 20. Ele também pode ser comprado online.

    Continua após a publicidade
    Publicidade