CoronaVac se mostra segura e eficaz: “Ninguém vacinado morreu de COVID-19”

Em coletiva de imprensa, João Dória anunciou que vacina comprada pelo governo de São Paulo se mostrou 100% eficaz em casos graves da doença; saiba mais!

Por Isabella Otto 7 jan 2021, 16h26
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Divulgação

Valeu a pena esperar para saber o resultado dos testes da CoronaVac, vacina contra o coronavírus produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan! De acordo com pronunciamento feito pelo governador de São Paulo, João Dória, nesta quinta-feira, 7, a droga tem eficácia de 78% e preveniu totalmente mortes pela COVID-19, ou seja, não houve registros de casos graves, moderados e de internação hospitalar daqueles que tomaram o imunizante.

CoronaVac se mostra segura e eficaz:
Uma caixinha contendo as doses da CoronaVac é tudo o que queríamos? #VemVacina Alexandre Schneider/Getty Images

Também nesta quinta, os dados brasileiros, revisados pelo Comitê Internacional Independente, na Áustria, foram encaminhados para a Anvisa, junto com o pedido de uso emergencial da vacina. Agora, a agência tem até dez dias para dar uma resposta sobre a CoronaVac.

No Brasil, 13 mil profissionais da saúde e voluntários de oito estados tomaram as duas doses da vacina, em um intervalo de 14 dias. Segundo João Dória, o atraso na divulgação dos resultados se deu porque o laboratório chinês Sinovac queria estudar e comparar os dados brasileiros com os coletados por outros países com calma.

  • No estado de São Paulo, a campanha de vacinação contra a COVID-19 está marcada para começar no dia 25 de janeiro. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade