Como a Superlua desta terça-feira, 19, afeta seu signo do zodíaco

Saiba o que esperar da entrada da Lua em Virgem e da sua conjuntura com Regulus, uma das quatro estrelas mais importantes da Astrologia.

Por Isabella Otto - 19 fev 2019, 16h01

Você está pronta para a segunda Superlua do ano? Ela, que será a maior de 2019, acontece no final da tarde desta terça-feira, 19, e promete trazer uma sensação de concretização pessoal e liderança a todos os signos do zodíaco. Isso acontece porque a Lua entra em Virgem, um dos signos mais pragmáticos, responsáveis e ambiciosos da astrologia. Além disso, o astro traça conjuntura com Regulus, a estrela mais brilhante e poderosa da constelação de Leão.

Sjo/Getty Images

Na astrologia, conjunções são poderosíssimas! Os planetas, quando alinhados com outros planetas, astros e estrelas, emanam uma energia muito forte. Agora, imagina só: uma Superlua em Virgem em conjuntura com Regulus? Pois é… Aproveite esse momento de vibrações positivas para mentalizar coisas boas e desejos para o ano, principalmente relacionados à vida profissional e amorosa. Você vai sentir uma onda de confiança nos próximos dias, que será perfeita para você colocar os pingos nos “Is” e dar aquele corre que você estava adiando.

Astrologia é uma ciência e, no caso da Superlua desta terça-feira, a lógica é bastante clara: Regulus representa a coragem, a força, aquele estopim de determinação que você precisa para tomar uma atitude. Virgem, em contrapartida, representa o planejamento. Use a conjuntura de todos esses aspectos a seu favor. Aproveite o sopro de coragem de Regulus para fazer planos como uma boa virginiana, e comece a agir na sequência, aproveitando as boas energias emanadas pela Superlua que continuam nas próximas semanas.

A Superlua desta terça é um período profissionalmente propício, tanto para receber novas propostas de trabalho quanto para pedir um aumento, por exemplo. “A Lua Cheia do dia 19 recebe uma ajudinha amiga de Urano e Marte, impulsionando a chegada de notícias alegres”, complementou a astróloga Susan Miller em texto postado em seu site pessoal.

Continua após a publicidade

Durante o período do apogeu da Lua Cheia, que ocorre por volta das 18h (horário de Brasília), tire uns minutinhos para meditar, mentalizar coisas boas, recarregar as forças internas e se autoconhecer.

Publicidade