Autor de massacre em creche tem alta hospitalar e está isolado em presídio

Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, foi encaminhado sob forte esquema de segurança para o Presídio Regional de Chapecó

Por Isabella Otto 12 Maio 2021, 14h28

Na manhã desta quarta-feira, 12, Fabiano Kipper Mai, de 18 anos, autor do massacre na creche Pró-Infância Aquarela, em Saudades, interior de Santa Catarina, deixou o Hospital Regional do Oeste em Chapecó por volta das 6h30 e foi encaminhado sob forte esquema de segurança para o Presídio Regional de Chapecó, onde permanece isolado dos outros detentos.

Imagem liberada pela polícia do autor de massacre em creche de SC. Ele é branco, tem o cabelo curto, quase raspado, e veste uma camiseta esverdeada.
Imagem do autor de massacre liberada pela polícia Polícia Civil/Divulgação

Kipper estava hospitalizado desde o dia do crime, após tentativa de suicídio. O hospital liberou uma nota sobre a alta do paciente: “Solucionadas todas as lesões causadas pelo próprio paciente; apresenta condições clínicas e cirúrgicas de seguimento ambulatorial”.

Na última segunda-feira, 10, o rapaz, enquanto ainda estava internado, foi ouvido pela Polícia Civil, que disse que “ele tinha o direito de permanecer em silêncio, mas decidiu responder todas as perguntas”. Entretanto, o depoimento só será divulgado após o término do inquérito. “O teor do interrogatório não pode ser divulgado pois ainda restam algumas diligências a serem adotadas, que devem ocorrer nesta semana”, informou a polícia em nota.

  •  

    A creche Pró-Infância vai passar por uma reforma e, no lugar da sala de aula onde o massacre ocorreu, será construído um parquinho em forma de memorial. Não há previsão de volta às aulas na instituição de ensino. O massacre deixou cinco mortos, sendo eles três crianças e duas funcionárias: Sarah Luiza Mahle, Murilo Massin e Ana Bela Fernandes de Barros, todas com um ano de idade, Keli Aniecevski, de 30 anos, e Mirla Renner, de 20. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade