Após acabar com Horário de Verão, governo quer criar… Horário de Verão?!

Governo Federal quer lançar um programa para incentivar o consumo de energia fora dos horários de pico, que era justamente o que o Horário de Verão fazia

Por Isabella Otto 17 jun 2021, 14h53
Ao centro, modelo usa cropped azul de manga comprida. Ela está com uma das mãos na cintura, sorrindo. De um lado, a frase
Marisa/Divulgação

O atual cenário dos reservatórios de hidrelétricas do país vem assustando o Governo Federal, que pretende lançar um programa para incentivar o consumo de energia fora dos horários de pico. Os níveis dos reservatórios do Brasil estão muito precários, sendo que os da região Sudeste e Centro-Oeste apresentam o pior nível em 91 anos! Isso impacta não só nosso consumo, já que o racionamento se faz mais do que urgente, como também nosso bolso, visto que a conta de energia deve subir.

Foto mostrando a mão de uma pessoa ajustando o horário de um relógio
Zephyr18/Getty Images

Em reunião, André Pepitone da Nóbrega, diretor-geral da ANEEL, disse que “a agência está estruturando uma campanha nacional de comunicação para icnentivar o uso racional de água e energia”. Somado ao tal programa para incentivar o consumo de energia fora dos horários de pico, as pessoas estão se perguntando: não seria interessante a retomada do Horário de Verão?

PARA QUE SERVIA O HORÁRIO DE VERÃO?

Instituído pelo presidente Getúlio Vargas, através do Decreto nº 20.466, de 1º de outubro de 1931, o Horário Brasileiro de Verão tinha como principal objetivo a redução de consumo de energia elétrica a partir do melhor aproveitamento da luz natural com o adiantamento dos relógios em uma hora. “Como nos últimos anos houve mudanças no hábito de consumo de energia da população, deslocando o maior consumo diário de energia para o período da tarde, o Horário de Verão deixou de produzir os resultados para os quais essa política pública foi formulada, perdendo sua razão de ser aplicado sob o ponto de vista do setor elétrico”, informa o site do Governo Federal.

  •  

    O Ministério de Minas e Energias explica que o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico realizou estudos para entender os impactos do programa, tendo concluído que “o Horário de Verão não mais produzia os resultados esperados de redução de consumo de energia elétrica”, sendo ele extinto em 5 de abril de 2019, com o decreto assinado por Jair Bolsonaro.

    Nas redes sociais, as pessoas estão reagindo à notícia de um novo programa do Governo Federal para substituir o Horário Brasileiro de Verão, extinto pelo próprio Governo Federal. Tipo?????

    https://www.gov.br/mme/pt-br/assuntos/secretarias/energia-eletrica/horario-de-verao

    O Brasil, definitivamente, não é para amadores!

    Continua após a publicidade
    Publicidade