13 frases a respeito da cultura do cancelamento que vão te fazer refletir

Para o Emicida, "as redes são programadas para gerar esse tipo de discussão superficial e interminável, porque isso acaba sendo convertido em engajamento"

Por Isabella Otto 8 fev 2021, 12h41
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Divulgação

Em 2020, a discussão sobre a cultura do cancelamento tomou grandes proporções na internet, com debates sendo realizados e pessoas dando suas opiniões sobre o assunto. Neste ano, o cancelamento segue em pauta, tendo atualmente como gancho principal o BBB21 e as falas e atitudes de alguns participantes. Entre erros e acertos, certos e errados, as argumentações a respeito do tema são muitas e diversas.

No ano passado, a empresa de Marketing e publicidade Mutato realizou um estudo sobre o cancelamento online e o classificou em três níveis: o boicote, que geralmente é temporário e mais ligado a marcas, o “ban”, que se refere a casos pontuais e pode atingir anônimos, e o linchamento virtual, que atinge mais frequentemente famosos, que têm seus nomes ligados a mais de um caso de “ban” – e cujas consequências são mais graves.

13 frases a respeito da cultura do cancelamento que vão te fazer refletir
GettyImages/ CSA Images//CAPRICHO

A seguir, separamos 13 frases sobre a cultura do cancelamento para você entender as muitas argumentações a respeito do assunto e continuar o debate aqui com a gente.

1. “As redes possibilitam que isso aconteça em conjunto. No caso, antigamente, a pessoa lançava sozinha sua pedra, agora são várias pedras lançadas ao mesmo tempo. Hoje, quando uma pessoa começa a atacar, as outras entram junto e vira uma manada, e a pessoa tem que lidar com milhões de críticas de pessoas que não a conhecem, que estão criticando às vezes só para ganhar seguidor.”
Spartakus Santiago para o Canal GNT em parceria com o Quebrando o Tabu

2. “Toda discussão quando ela perde complexidade, quando ela perde profundidade, quando ela perde nuance, quando o bom senso desaparece, começa a dar ruim. Eu acho que as redes sociais são programadas e construídas para gerar esse tipo de discussão superficial e interminável, porque isso acaba sendo convertido em engajamento e a publicidade se alimenta disso.”
Emicida no Papo de Segunda, do canal GNT

3. “Dez anos de carreira e eu já fui cancelada umas 700 vezes, e em 600 eu não tinha feito nada para ser cancelada(…) Eu não gosto de ser refém das pessoas sempre me amarem, porque daí eu sinto muito medo de errar algum dia na minha vida. Eu gosto de ser humana para as pessoas.”
Anitta em live com o Fábio Porchat

  •  

    4.Cria-se uma ideia de que, se a pessoa errou naquela atitude, logo ela sempre será daquele jeito. Ou seja, define-se uma pessoa inteira pelo seu pior momento, e não se possibilita uma chance de reparação do erro”.
    Psiquiatra Galiano Brazuna para o G1

    5. “Nunca foi tão fácil ofender alguém. E eu, uma pessoa que sempre odiou a perfeição, me vejo cobrando perfeição todos os dias para evitar dor de cabeça e deixar meus valores sempre muito claros(…) É o pavor de ser confundida com alguém que defende ideais opostos aos seus. É a parada da polarização.”
    Manu Gavassi para a revista Glamour

    6. “Você não precisa ser proeminente, famoso ou político para ser publicamente envergonhado e permanentemente marcado: tudo o que você precisa fazer é ter um dia particularmente ruim e as consequências podem durar enquanto o Google existir.”
    Ross Douthat, jornalista do The New York Times

    7. “Observa-se que o ‘Tribunal da Internet’ não realiza seus julgamentos com igualdade ou proporcionalidade. Primeiro, porque deixa-se de discutir ideias e passa-se a discutir pessoas ou empresas. Segundo, porque poucos preferem ouvir, entender e formar uma opinião antes de atacar. Terceiro, porque outras pessoas ou empresas envolvidas em situações análogas, por exemplo, não sofrem sanções na mesma intensidade que as ‘canceladas’. Quarto, porque, no mundo virtual, é muito tênue a linha entre a crítica construtiva e o ataque revestido ofensas.”
    Thays Bertoncini da Silva e Erica Marie Viterito Honda em matéria para o Migalhas, do UOL

    8. “A cultura do cancelamento está enraizada numa característica do ser humano. O ser humano gosta de jogar pedra nos outros. Ele gosta porque, nesse momento, é quase como se ele sentisse que é puro(…) Eu tenho a impressão de que a cultura do cancelamento é a transposição do gosto do linchamento para o âmbito das redes sociais e traz a ideia de que quem lincha está linchando em nome de uma boa causa.”
    Professor Luiz Felipe Pondré, filósofo, escritor, diretor do laboratório de política, comportamento e mídia da PUC-SP, professor da FAAP e colunista da Folha de S. Paulo, em seu canal do YouTube

    9. “Cultura de cancelamento é complicada, é unilateral, é generalizante, é endeusadora ao mesmo tempo em que é desumanizadora. Ela não aceita aprendizados, não aceita erros, não pressupõe o diálogo, a conversa, o debate político(…) Isso faz com que as pessoas não queiram debater e estejam cansadas na internet.”
    Cientista social Nátaly Neri em seu canal no YouTube

    10.É um cancelamento de um bloco de real para que eu possa existir dentro de uma fantasia que eu imaginei. Então, é um cancelamento e uma criação de novas realidades(…) Eu quero ficar com o que meu olho vê e quero poder acreditar que o que meu olho vê é o real.”
    Psicanalista Maria Homem em seu canal no YouTube

    11. “A gente tem que cancelar atitudes, não pessoas.”
    Dora Figueiredo em seu canal no YouTube

    12. “O mundo está precisando de mais amor e menos ódio. Sou totalmente contra essa cultura do cancelamento, porque as pessoas têm o direito de poder aprender com seus erros. Estamos em constante evolução e é através dos erros que alcançamos os acertos também. Acima de tudo, temos que respeitar o livre arbítrio que temos sobre nossas escolhas.”
    Flavia Pavanelli em entrevista a Isto É Gente

    13. “É muito interessante pensar que eu não vou linchar uma pessoa, mas eu posso ser uma pessoa a menos para ter contato com aquilo.”
    Fabio Oliveira, cantor, para o Canal GNT em parceria com o Quebrando o Tabu

    Continua após a publicidade
    Publicidade