10 vezes que Cara Delevingne deu voz ao poder feminino no Instagram

Mais que uma simples modelo, Cara é um modelo. Notou a diferença?

Por Isabella Otto - Atualizado em 17 ago 2016, 16h05 - Publicado em 24 abr 2015, 18h30

Ela é uma das top internacionais mais badaladas do momento, mas não é apenas isso que faz Cara Delevingne ser uma referência para muita gente. A modelo e atriz, que vai protagonizar o filme Cidades de Papel, com estreia prevista para julho, ao lado de Nat Wolff, é poderosa fora das passarelas e dos set de filmagens. Cara tem uma personalidade incrível, é forte, decidida e, raramente, se deixa abalar ou influenciar pela opinião alheia. Através do Instagram da inglesa, conseguimos notar alguns assuntos e algumas lutas pelas quais Cara acredita que vale a pena lutar. Uma delas, por exemplo, é a luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres, em prol de nós, garotas.

Se inspira e pira no nosso poder e no poder da Delevingne!😉

1. Quando empoderou as mulheres com a mensagem abaixo, que, ao mesmo tempo, é um recadinho bastante sutil e elegante para os homens

View this post on Instagram

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Querida mulher, às vezes, você vai simplesmente ser muito mulher, muito inteligente, muito bonita, muito forte. Muito de alguma coisa. Isso faz com que os homens se sintam menos homens e vão começar a te fazer sentir como se você devesse ser menos que uma mulher. O maior erro que você pode cometer é remover as joias da sua coroa para tonar mais fácil para o homem carregá-la. Quando isso acontecer, eu preciso que você entenda, que você não precisa de uma coroa menor; você precisa de mãos maiores.”

2. Comparou mulheres a super-heroínas, simplesmente, por serem… Mulheres \o/

View this post on Instagram

Happy #internationalwomensday

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Eu sou uma mulher. Qual é o seu superpoder?”. Sim, qual é?

3. Compartilhou o discurso feminista de Patricia Arquette no Oscar 2015, vibrou com as palavras da atriz e ainda complementou a fala, dizendo que todas as mulheres, não só as dos Estados Unidos, devem ter direitos iguais

View this post on Instagram

And the rest of the world! Well said Patricia Arquette and congratulations!

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Para toda mulher que já deu à luz, todo cidadão que paga impostos, nós lutamos pelos direitos de todo mundo. É nossa vez de ter salários igualitários para todos e direitos iguais para as mulheres nos Estados Unidos.”

4. Concordou que o poder pode até mudar as pessoas, mas que, juntos (e juntas!), somos mais fortes

View this post on Instagram

🙏

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“O poder do povo é mais forte do que o povo no poder.”

5. Brincou com a palavra “fundamental”, destacando a parte do “fun” e mostrando que a luta pela igualdade entre gêneros é muito divertida (“fun” = “divertido”, em inglês)

View this post on Instagram

#regram @freethenipple

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Garotas só querem ter direitos humanos fundamentais.”

6. Deixou claro que tocar (em todos os sentidos) uma garota sem o seu consentimento não está com nada e nunca vai estar

View this post on Instagram

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“A mulher não é escrita em braile, você não precisa tocá-la para conhecê-la.”

7. Colocou o amor próprio em primeiro lugar. Ontem, hoje, amanhã e sempre!

View this post on Instagram

❤️

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Pare de se odiar por tudo aquilo que você não é. Comece a se amar por tudo aquilo que você é.”❤

8. Questionou a censura, a proibição, e o certo e errado impostos pela sociedade

View this post on Instagram

Well said @sukiwaterhouse @freethenipplelives #FREETHENIPPLE #EQUALITY

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Quando pode haver igualdade de gênero quando a censura sobre seus corpos não é a mesma?”

9. Relembrou, mais uma fez, que o feminismo não é o contrário de machismo, e que a palavra, assim como a luta, não tem nada de pejorativa e/ou negativa

View this post on Instagram

It's all about girl power @charlotte_free @samrollinson @georgiamayjagger @chanelofficial

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Feminismo, não masoquismo.”

10. Mostrou que ninguém é perfeito e que as pessoas, inclusive nossos ídolos, os artistas que vemos nas páginas de revistas e os modelos das passarelas, têm defeitos, e que é justamente isso que os torna tão incrivelmente incríveis (e tão humanos!)

View this post on Instagram

#regram imperfections make us who we are ❤️

A post shared by Cara Delevingne (@caradelevingne) on

Continua após a publicidade

“Não é preciso ser perfeita para inspirar outras pessoas. Deixe as pessoas se inspirarem pelo modo como você lida com as suas imperfeições.”

Cara, você tem a nossa cara. #GIRLPOWERCH

Continua após a publicidade
Publicidade