10 coisas que só as pessoas que não curtem Carnaval já estão sentindo

Uhul. O Carnaval chegou. Muito agito, muita folia, muita pegação, muita alegria... Nossa, que preguiça.

Por Isabella Otto - Atualizado em 17 ago 2016, 15h34 - Publicado em 7 fev 2015, 10h30

1. Vontade de hibernar no quarto, rodear-se de livros e só sair de lá quando as pessoas pararem de cantar Tchuco no Tchaco, Parara Tibum, Zap Zap ou qualquer outra música de nome estranho.

2. Colocar aquele seriado em dia ou rever todos os episódios da sua série favorita. Se preparem, minha gente não-carnavalesca, porque “o Inverno está chegando!”.

3. Enquanto as pessoas estão no esquema da dieta pré-Carnaval, você está sentindo fome, muita fome. Afinal, não é fácil passar esse feriadão em casa, enquanto todos os amigos estão viajando ou na folia. Mas o “match” que rola entre você e as besteiras do armário/da geladeira é mais que satisfatório!

4. Daí surge algum amigo muito animado, que te contagia por alguns instante com aquela empolgação. Eis que você decide se permitir e curtir o Carnaval fora de casa, no meio da muvuca. Que erro! A sensação é justamente essa:

5. Todo ano você diz que não vai ver os desfiles, mas decide dar uma olhadinha. A primeira apresentação é ok. Mas daí chega a vez da segunda escola de samba, da terceira, e tudo o que você consegue se perguntar é: “mas de novo isso?; “de novo aquilo?”; “de novo esse refrão do samba enredo?”; “não tem fim?”; até que tudo passa parecer uma coisa só e você dorme.

6. Isso quando você não tem aquela sensação de que, a cada ano, existe mais mulher pelada na Avenida e nas ruas. Qual é a necessidade disso?

7. Você passa o feriado virando as noites na internet e acorda todas as manhãs (ou melhor, tardes) parecendo que, realmente, foi para o agito. Doce ilusão…

8. Você se sente um peixe fora d’água por só gostar de uma coisa durante todos esses dias de folia: a apuração das escolas de samba. NOTA DEZ!

9. Você sente saudade do Halloween, do Natal, do Réveillon…

10. Porque, definitivamente, você não nasceu para o Carnaval.

“Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô. Mas que calor ô ô ô ô ô ô!”

Continua após a publicidade
Publicidade