S.O.S. Sexo: “Relações sexuais podem mudar a estrutura do corpo?”

Nossa leitora já ouviu das amigas que, depois do sexo, o quadril alarga e os peitos crescem. Será que isso é mesmo verdade ou puro mito?

Por Da Redação - Atualizado em 24 jul 2020, 20h30 - Publicado em 24 jul 2020, 16h02

Em algum momento da vida, a gente pode ouvir que, depois da primeira vez, o corpo muda. E não estamos falando apenas de mudanças interna, viu? A leitora C.N., de 17 anos, escutou isso e ficou pensativa: “Sempre escuto minhas amigas falarem que o copo muda com o sexo: o quadril alarga, os peitos crescem… Isso é verdade?”

Reprodução/Reprodução

Nossa ginecologista responde a dúvida a seguir:
“Não, C.N., o sexo não muda nada nosso corpo. No máximo, porque pode não acontecer de primeira com algumas meninas, o hímen é rompido e ninguém, a não ser o(a) ginecologista, é capaz de perceber isso. O que acontece é que o início da vida sexual costuma estar relacionado a mudanças hormonais típicas da adolescência. Por causa dos hormônios, a gente menstrua, os seios aumentam, o quadril fica mais largo, a cintura mais estreita, o rosto ganha umas espinhas e o corpo uns pelinhos que não existiam antes. Mas são os hormônios, não o sexo. E fica tranquila, porque, só de olhar, ninguém pode dizer se você é ou não virgem. Transar queima muitas calorias e pode até ajudar a tornear uns músculos, mas nada muito visível aos olhos do jeito que suas amigas estão dando a entender.”

Para conferir outras dúvidas, visite a seção S.O.S. Sexo! Quer participar com a sua pergunta? Envie para capricho@abril.com.br. Sua identidade fica anônima 🙂

Publicidade