Influenciadora de 23 anos morre em cirurgia para diminuir suor do corpo

A mexicana Odalis Santos Mena fez o procedimento em parceria com uma clínica estética

Por Djenifer Dias Atualizado em 16 jul 2021, 15h45 - Publicado em 16 jul 2021, 14h23
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

A influenciadora fitness Odalis Santos Mena, do México, morreu durante uma cirurgia para conter a transpiração e suor excessivo. O procedimento seria realizado de graça, em troca de divulgação nas redes sociais, devido a uma parceria com a clínica responsável.

A atleta tinha apenas 23 anos e sofreu um ataque cardíaco após ser anestesiada por uma clínica chamada Skin Piel, que fica na cidade de Guadalajara. Segundo o jornal The Sun, o local escolhido para o procedimento não tinha licença para realizar a cirurgia. Durante a investigação, as autoridades mexicanas descobriram que a morte de Odalis ocorreu por conta da combinação da anestesia com um esteroide anabolizante que ela havia tomado.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Odalis Santos Mena (@odalis_sm)

Em comunicado divulgado pela revista People espanhola, a clínica relatou que todos os protocolos para reanimação da influenciadora foram seguidos e que, em um formulário preenchido por Odalis antes do procedimento, ela afirmou não consumir nenhum tipo de substância, medicamento ou suplementos.

Continua após a publicidade

Odalis era fisiculturista, tinha 148 mil seguidores no Instagram e compartilhava sua rotina de treinos – inclusive, ela já havia divulgado que o procedimento chamado MiraDry era “simples e seguro“.

O tratamento supostamente usaria energia térmica para remover as glândulas sudoríparas, que são as responsáveis pela produção do suor, e também prometia reduzir o odor corporal e os pelos nas axilas. Segundo a clínica, ele já havia sido realizado em outras pessoas durante seis anos, e foi aprovado pela Food And Drug Adminstration (FDA) dos Estados Unidos e pelas autoridades mexicanas.

  • O local onde o procedimento aconteceu se encontra fechado desde o dia 8 de julho para as investigações do caso, de acordo com o site El Universal. A família da jovem acredita que ela não foi atendida por um anestesista profissional e que a clínica não contava com pronto-socorro para atendê-la.

    Infelizmente, essa não é a primeira vez que vemos influenciadoras que realizaram cirurgias que deram errado. Lembra do caso da Thaynara OG, que chegou a ficar na UTI após fazer uma lipoaspiração? Isso sem contar a triste história de uma outra influenciadora, que também acabou falecendo devido a complicações no mesmo procedimento.

    Esperamos que o caso de Odalis sirva de alerta para quem está pensando em fazer alguma cirurgia estética.

    Continua após a publicidade
    Publicidade