Críticas fazem Bruna Marquezine revelar distúrbio de imagem no passado

Após ler comentários sobre seu corpo e sua "magreza" nas redes sociais, a atriz contou que já teve depressão e chegou a tomar laxante todos os dias

Por Da Redação - Atualizado em 5 set 2018, 12h34 - Publicado em 5 set 2018, 12h00

Bruna Marquezine não é muito de falar em suas redes sociais. Nesta quarta-feira (5/9), porém, ela resolveu fazer um desabafo no Insta Stories. O motivo? Os muitos comentários negativos sobre seu corpo e sua “magreza”.

bruna-marquezine
Antony Jones/Getty Images

A atriz começou mostrando algumas mensagens que recebeu em sua última foto postada. Entre elas, as pessoas dizem que a preferiam mais “cheinha”, que ela estava feia e que, em breve, Neymar terminaria o namoro, pois “o mundo é das gostosonas”. Teve até quem fizesse menção a uma suposta anorexia.

bruna-marquezine-comentários-corpo
Reprodução/Instagram

Eu tô muito saudável. Inclusive, bem antes de vir para essa viagem [à Itália], eu fiz todos os meus exames. Fiquei superfeliz com os meus resultados, meu médico também”, afirmou. Bruna ainda falou sobre a importância de se olhar no espelho e se sentir bem: “Eu amo meu corpo e eu tô muito feliz com ele do jeito que é. Eu não quero emagrecer, não estou fazendo nenhuma dieta para isso”.

Ela ainda lembrou que, para viver a personagem Catarina em Deus Salve o Rei, precisou perder alguns quilos para que a vilã tivesse um rosto mais “maduro” e menos de “menininha”. “Emagreci, mas com acompanhamento da minha nutricionista e do meu médico, fazendo exames, vendo se tava tudo bem”, continuou.

bruna-marquezine-post-veneza
Reprodução/Instagram

Então, a atriz mandou um recado para os seguidores que fazem os comentários negativos em seu perfil. “E eu não tô falando que não podem fazer críticas nas minhas fotos, mas, nas fotos de qualquer pessoa, se a sua crítica for ofender, machucar, fazer com que essa pessoa se sinta mal com o corpo dela, se você for machucar essa pessoa, por mais que sem intenção, fica quieto. Não comenta. Em nenhuma das minhas legendas eu perguntei se vocês acham que eu tô bonita. Eu não perguntei se eu tô magra demais, se vocês acham que eu devo engordar”, disse.

Continua após a publicidade

Bruna aproveitou para falar sobre a questão do machismo. “A gente tá vivendo uma era de aceitação e eu vejo mulheres diminuindo as outras. O nosso corpo, mulheres, não foi feito para agradar os homens, pra agradar ninguém. A gente tem que estar saudável e feliz. É horrível ver mulheres com esse raciocínio machista, falando ‘Engorda, essa perna tá muito fina. Homem não gosta’. Em que ano que a gente tá vivendo?”

bruna-marquezine-tapete-vermelho-festival-de-veneza
Repodução/Instagram

Ela seguiu dizendo que este tipo de comentário é irresponsável e grave, ainda mais quando vemos a quantidade de pessoas com transtornos alimentares. Foi então que a atriz revelou ter sofrido com distúrbio de imagem no passado. “Na época, as pessoas não comentavam que eu tava magra demais, mas comentavam que eu tava um pouco gordinha. Bochechuda, quadril largo, e por aí vai… Eu acreditei na opinião alheia e comecei a detestar meu corpo, achava que tinha que emagrecer de qualquer jeito“.

Bruna contou que chegou a tomar laxante todos os dias (o que, vale ressaltar, é mais uma agressão ao próprio corpo). “Junto com tudo isso, tive depressão. Não só por isso, mas principalmente por esses motivos, por muitas questões de autoestima, por não me aceitar, não me achar bonita o suficiente. Consequente, não me achava boa o suficiente pra nada”. Após começar a desenvolver outros problemas de saúde, a atriz explicou que, com o apoio da família, procurou ajuda. Hoje, ela garante que está bem mentalmente e fisicamente.

bruna-marquezine-tapete-vermelho-festival-de-veneza
Reprodução/Instagram

“As nossas palavras podem abençoar ou amaldiçoar a vida de uma outra pessoa. Então, sejam responsáveis na hora de falar. Não é só um comentário, isso pode afetar muito quem tá lendo“, continuou. Apesar disso, Bruna disse que não se ofende com as críticas atualmente, pois está se “achando gata”.

Por fim, completou: “Não permita que a opinião alheia forme sua opinião sobre você mesmo. Não se enxergue atrás do olhar do outro. Não importa se a opinião do outro é negativa ou positiva, não escute. Escute a sua voz, o que você acha de você mesma, não o outro. Só busque se conhecer mais e mais”.

O que você achou do desabafo dela?

Continua após a publicidade
Publicidade