S.O.S. Sexo: ‘Sinto uma dor tão forte na hora que até desmaio’

A leitora P.R. sente muita dor antes da penetração e pediu a nossa ajudar para saber o que pode estar acontecendo. Vem cá, miga! <3

Um dos maiores receios antes da primeira vez é a dor. Se ela aparece, pode ser em diferentes intensidades, mas geralmente não é nada insuportável. Por isso, nossa leitora P.R., de 16 anos, está um pouco preocupada: “Quando meu namorado e eu tentamos transar, sinto sempre uma dor muito forte antes da penetração. Chego até a desmaiar! Como ele nunca conseguiu penetrar para valer, meu hímen continua intacto. Mas eu não me contraio, não faço força e até estou curtindo o momento bem tranquila, mas mesmo assim temos que parar porque a dor que sinto é insuportável. O que pode estar acontecendo comigo?”

Quem nos ajuda e responde a pergunta é a ginecologista especialista em sexualidade Mariana Maldonado.

Oi P.! Existem muitos motivos para essa sensação de dor no ato da penetração. Para quem é virgem, o mais comum é a ruptura do hímen, aquela membrana que fica na entrada da vagina. Nem todas as mulheres sentem dor nesse momento, mas quando sentem, normalmente é curta e rápida, podendo ser também acompanhada de um pequeno sangramento. Depois de alguns dias, quando o hímen cicatriza, isso se resolve e a dor não acontece mais.

O problema é quando essa dor com a penetração é tanta que a mulher não consegue nem iniciar ou continuar o ato por causa disso – o que parece estar acontecendo com você, certo? Na verdade, às vezes, o que atrapalha mesmo é a dor que você imagina que vai sentir: isso pode gerar uma contração quase que automática da musculatura da pelve, na tentativa de se defender dessa dor, e aí é que a penetração torna-se quase impossível. Ou seja, pode ser que você, de imaginar que vai doer muito, acabe contraindo e aí dói mais mesmo.

Por isso, a ida ao ginecologista é o primeiro passo para afastar as causas físicas do problema, como um hímen septado (mais resistente) ou complacente (mais elástico). Se não houver nada de diferente na genitália da mulher, então a questão que precisa ser trabalhada é a do medo. Assim, o passo seguinte é buscar a ajuda de um terapeuta sexual. Nem todas as mulheres conseguem perceber quando estão contraindo, mas o fato é que algumas, mesmo dizendo que estão bem e curtindo o momento, acabam tendo essa contração involuntária quando o ato da penetração se inicia – e essa mistura de medo e desejo normalmente não funciona bem. 

Quer saber mais sobre este e outros assuntos relacionados a sexo? A gente fala sobre várias dúvidas lá no canal:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s