Selenis Leyva sobre a 5ª de OITNB: “As pessoas vão falar ‘OMG!'”

A nova temporada de OITNB chegou hoje ao serviço de streaming <3

ALERTA DE SPOILERS!

Quem assistiu ao final da quarta temporada de Orange Is the New Black ficou com o coração na boca ao ver a Dayanara Diaz (Dascha Polanco) empunhando uma arma contra um dos guardas de Litchfield, assim que uma rebelião tomou conta do presídio feminino mais famoso da ficção, após a morte absurda de Poussey (Samira Wiley). Pra quem já achou que aquilo era muita tensão, se prepare, pois a quinta temporada, que estreou nesta sexta-feira (9/6), vai ser uma das mais tensas, pelo menos é o que garantem as atrizes Dascha Polanco, Selenis Leyva (Gloria Mendoza) e Jackie Cruz (Marisol ‘Flaca’ Gonzales).

Em conversa com a CAPRICHO em Miami, no mês de março, as três deram detalhes de como será a tão aguardada quinta temporada, que promete ser a mais importante até agora, especialmente para Daya. “Nós começamos a temporada exatamente dali, com a Daya segurando a arma, toda a temporada praticamente se passar em três dias, durante as 72 horas de rebelião. Este é o nível de intensidade”, revelou Dascha Polanco. “Quando ela toma a decisão de pegar a arma, é quase que uma declaração de que agora é o momento em que ela irá tomar as próprias decisões de vida. É muito difícil falar sobre ela sem dar spoilers. (risos)

(Divulgação/Netflix)

A quarta temporada foi marcada pela tensão racial dentro de Litchfield, com a disputa de poder entre latinas, negras e brancas, algo que não deve diminuir ao longo dos 13 novos episódios. “Basicamente vai ser quem irá sobreviver a esse momento, a essa turbulência. Nós vamos nos unir para lutar contra o sistema? Ou vamos eliminar umas às outras e perder tudo?”, contou a intérprete da Daya. Para Jackie Cruz, tudo isso que foi mostrado em OITNB, principalmente na última temporada, é quase que um reflexo do que passam os americanos desde que Donald Trump assumiu a presidência. “Nosso programa é global, então é por isso que temos tantas pessoas se identificando com as nossas personagens”, explicou a intérprete da vaidosa Flaca. “Nós estamos mostrando para o mundo o que está ruim neste momento e o que podemos fazer para mudar isso.”

(Divulgação/Netflix)

E quando o assunto é política voltada para as minorias, especialmente a população carcerária dos Estados Unidos, formada majoritariamente por negros e latinos, Selenis Leyva vai além. “Orange Is the New Black trouxe luz e voz para homens e mulheres que simplesmente eram esquecidos, então a reforma do sistema prisional se tornou algo a ser debatido, assim como os direitos das mulheres, ou o Black Lives Matter [movimento contra a violência policial cometida contra os negros nos EUA]”, alertou a atriz, que chega a ficar arrepiada ao falar em como a quinta temporada da série está refletindo a atualidade norte-americana, mesmo tendo sido filmada há quase dez meses: “Nós vamos mostrar o que acontece quando ocorre abuso de poder, que é algo que estamos experimentando nos Estados Unidos neste momento. A série vai estrear e as pessoas simplesmente vão falar ‘OMG!’”.

* A CAPRICHO viajou a Miami a convite da Netflix.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s