Famosos

25
03/2009

Paul Walker: loiro, alto, veloz e furioso

Por por Fred Vannucci, de Los Angeles às 11:20

Hora de entrar no carro, apertar os cintos e pisar com tudo no acelerador. O destino? Qualquer sala de cinema que esteja exibindo "Velozes e Furiosos 4". Paul Walker, Vin Diesel, Michelle Rodriguez e Jordana Brewster voltam a dividir, oito anos depois, o mesmo set de filmagem com os impressionantes muscle cars.


O elenco de "Velozes e Furiosos 4" reunido na pré-estreia do filme.

Para tirar todas as dúvidas sobre esta nova aventura sobre rodas, a imprensa internacional encontrou o elenco no alto de um terraço incrível, em Los Angeles, na Califórnia.

A CAPRICHO, é claro, marcou presença no bafafá e sentou-se cara-a-cara com Paul Walker, que, na história, interpreta o jovem policial, e louco por velocidade, Brian O’Conner.

O ator americano, 35 anos e pai de uma menina de 10, chegou pontualmente para a entrevista. Chiquérrimo - de camisa branca e paletó preto - e super simpático, arrancou suspiros de muita (e muito) jornalista presente. Normal: Paul tem lindos olhos azuis, cabelos loiros, 1.91m de altura e já foi apontado como um dos homens mais lindos do mundo pela revista PEOPLE, em 2001.

Durante o bate-papo, o galã falou de expectativas com o novo projeto, planos para o futuro e contou também o segredo para manter o corpão sarado (uma dica? tem brasileiro envolvido no processo!).

CAPRICHO: Por que a decisão de voltar às telas com "Velozes e Furiosos" depois de tantos anos afastados da série?
Paul Walker: Pois é... Acho que é exatamente isso: fiquei afastado tempo demais e deu saudade! Quando lançaram o terceiro filme ("Desafio em Tokyo"), já estava envolvido em outros projetos e nem pensava em voltar a participar da série. O tempo passou e o convite para retornar num quarto filme, com todo o elenco original, me pareceu bacana. É bom estar de volta. Me sinto confortável ali.

E o que você espera de "Velozes e Furiosos 4"?
A verdade é que quando se trata de um filme comercial como este, que pretende atingir as massas, a gente nunca sabe ao certo. Nos resta rezar e pedir para que ainda haja interesse das pessoas e para que os fãs estejam firmes e fortes. Ao que tudo indica, a aceitação continuará boa... Acho que teremos a resposta exata para esta pergunta daqui a alguns meses! (risos).

Na sua opinião, quem é o verdadeiro público do filme? Os jovens loucos por carros ou as jovens loucas por seus olhos azuis e os bíceps do Vin Diesel?
Acredito que o verdadeiro público desta série é o pessoal que pratica as corridas de rua na real. Eles assistiram a cada filme, 3, 4, 5 vezes e se sentem o máximo quando se reconhecem na tela. É como se tivéssemos valorizado, ou, melhor dizendo, validado o esporte que eles praticam... No entanto, com o tempo, esta relação tornou-se de amor e ódio, pois afinal de contas, nós botamos na tela do cinema algo que eles guardavam para eles, na clandestinidade, desde os anos 50.

Você também é fã de carros?
Sim! Tenho uma coleção de 17 carros, entre japoneses, europeus e americanos. Ficam todos estacionados num hangar que possuo em Chino Hills, aqui mesmo na Califórnia.

Quais são seus próximos projetos?
Tem bastante coisa rolando e é hora de pensar e decidir o que agarrar com unhas e dentes. Estou pronto para algo novo, diferente de tudo o que já fiz. Um amigo me enviou um roteiro há um tempo atrás e estamos trabalhando nele. Trata-se de um drama e tô torcendo para que saia logo do papel!

Fiquei sabendo que você não vê seus filmes por mais de uma vez. Por quê?
Sim, é verdade! Nós sempre somos nossos piores críticos, não é mesmo? Sou do tipo que prefere seguir em frente a ficar revisitando trabalhos antigos.

O povo quer saber: qual é o segredo da boa forma de Paul Walker?
Fora o surfe, que sempre fez parte da minha vida, já há alguns anos pratico jiu-jitsu diariamente. Meu professor, inclusive, é brasileiro... O nome dele? Ricardo Ribeiro.

Para finalizar, vamos voltar ao filme... Nele, você interpreta um policial que enfrenta um constante conflito entre viver dentro ou fora da lei, praticando as corridas de rua. Se você, Paul Walker, pudesse dar um conselho para Brian O´Conner, qual seria?
Sem maiores lições... Acho que diria, simplesmente, para ele seguir o que seu coração mandasse. Na minha opinião não existe conselho melhor, nunca!

Confira mais fotos de Paul em "Velozes e Furiosos":