Miley Cyrus anuncia música nova e retomada de raízes country

Malibu chega já no dia 11 de maio. Quem está ansioso pelo novo trabalho da Miley?

(Billboard/Reprodução)

Você não leu errado, Miley Cyrus vai lançar um álbum country e a primeira música tirada dele, Malibu, chega já na semana que vem! Em entrevista à Billboard, a cantora explicou a nova fase, que é praticamente uma retomada de suas raízes (o pai é o cantor country Billy Ray Cyrus e sua madrinha é Dolly Parton, diva suprema do estilo), e revelou que deu uma pausa na maconha, além de ter se afastado da cena hip hop, tão presente na época de Bangerz.

“É loucura, mas eu não fumo maconha há três semanas”, contou Miley Cyrus à Billboard. Parece pouco, mas já é o maior tempo dela longe da substância. “Eu gosto de me cercar de pessoas que querem me fazer melhorar e ser mais evoluída e aberta. E eu comecei a perceber que não são as pessoas que estão ‘chapadas’. Eu quero ser superlimpa e lúcida, porque eu sei exatamente onde eu quero estar.”

Ao contrário de Bangerz e Miley Cyrus & Her Dead Petz, em que colaborou com um time de artistas e produtores como Mike Will Made-It, Pharrell Williams e Wayne Coyne (The Flaming Lips), Miley escreveu as letras e as melodias das novas canções sozinha, tendo um único produtor para ajudá-la, Oren Yoel, com quem fez Adore You. Mas, ao explicar esse estilo mais de cantora-compositora, ela aproveitou para jogar um shade em outros artistas deste estilo: “Eu não escuto Ed Sheeran e John Mayer, essas coisas.”

Sobre o country, a cantora contou que o estilo sempre esteve com ela, mas que agora chegou a hora de conquistar os fãs que tanto amam o trabalho de seu pai e de sua madrinha. “Eu tenho uma tatuagem de um autógrafo que o Johnny Cash me deu quando eu era uma garotinha que diz ‘estou de olho em você’. Dolly Parton é minha madrinha. O fato de que os fãs de música country têm medo de mim me machuca”, afirmou. “Todo o passado com mamilos que eu tive, eu fiz porque senti que era parte do meu movimento político, e que me trouxe aonde eu estou agora. Estou evoluindo, e estou me cercando de pessoas inteligentes que são evoluídas.”

(Billboard/Reprodução)

Miley contou que se frustrou muito com o movimento hip hop, com exceção de Kendrick Lamar: “Eu amo a música nova do Kendrick [Humble], que diz: ‘Me mostre algo natural como bundas com estrias’. Eu amo isso, porque não é, ‘venha sentar no meu p**, chupe a minha p***’. Não consigo mais ouvir isso”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s