Beyoncé, a rainha do black music, fala sobre novo álbum

A gente ama a Rihanna. Adora Ciara. Acha Nelly Furtado um luxo. Mas sabe que a rainha da black music é a Beyoncé

Em seu novo álbum, Beyoncé apresentou a personagem que ela interpreta quando está rebolando: Sacha Fierce. Porque, na verdade, a rainha da black music é uma garota comum, romântica e que gosta de jeans e camiseta. Nessa entrevista, em um luxuoso hotel em Londres, a cantora fala de seus novos projetos e revela que mantém a forma dançando.

No seu novo álbum você é Beyoncé e também essa personagem, Sasha Fierce. Explica pra gente?

Eu sou uma pessoa só. Eu não tenho duas personalidades. É que, quando estou no palco, sou uma outra mulher.

Como assim?

Eu sou como qualquer outra artista ou garota que trabalha e volta para casa no final do dia. As pessoas não me vêem assim, normal, elas gostam mesmo é da Sasha Fierce. Elas me vêem no palco e nos clipes e acham que eu ando daquele jeito na rua. Isso é só no palco!

Você quer mostrar um outro lado?

É hora de mostrar que eu realmente sou. Sou muito sensível e gosto de usar jeans e camiseta, apesar de amar o glamour. Achei interessante mostrar um lado diferente para os fãs, que eles não estão acostumados a ver.

Qual a diferença entre você e a Sasha?

Eu sou irmã, filha, melhor amiga. Sou mulher, vulnerável. Sasha é poderosa, não tem medo de ser sexy, não tem medo de nada.

No que você estava pensando quando escreveu Single Ladies?

Na verdade, os produtores – Tricky e Terius – tiveram a idéia. Você tem que estar muito bem consigo mesma para assumir um compromisso. Tem que se sentir realizada antes de se juntar a alguém. Esse papo inspirou a música. Na verdade, tudo no CD relacionado à Sasha não é pra ser levado a sério.

É a parte divertida do álbum?

Sim, eu adoro ver as garotas se jogando na balada quando toca Single Ladies. Não é importa quem é solteira ou tem namorado, nessa hora, todo mundo tira os caras da pista. É a hora das garotas, elas não precisam dos homens. Eu sempre gravo músicas como Irreplaceable e Independent Women, que mostram uma mulher poderosa. Eu passo esse recado.

Para seu último filme, em que você interpreta Etta James, você engordou sete quilos. Como você emagreceu depois?

Dancei muito e comi comidas que não são tão gostosas. Tudo que era muito bom, eu não podia comer. Não sou nem um pouco diferente das outras garotas. É sacrifício, malhação, tudo verde, e nada de pão e macarrão. Mas, como eu danço muito, tipo oito horas por dia para aprender as coreografias, é bem mais fácil.

E como você fez para engordar?

Ah, ganhar peso é bem mais divertido. Eu tomei muito, mas muito sorvete. Mas essa nem foi a parte mais difícil, a preparação para a personagem foi, sim, complicada.

Por que foi tão difícil?

Meu personagem, a cantora Etta James é muito diferente de mim. Geralmente, eu sou uma pessoa bem pra cima e tento ver o lado bom da vida. Foi muito intenso porque eu tinha uma cena em quase morria por overdose de heroína, e ela falava muito palavrão e era muito dura.

E isso não tem nada a ver com você?

Totalmente diferente. Encontrei com mulheres viciadas em heroína, tentando se recuperar. Foi bem difícil. Pelo menos, me preparou para o outro filme que eu vou fazer uma mulher que defende a família quando o marido fica obsessivo. Depois de todo esse drama, de tantas lágrimas, eu estava pronta para gravar um álbum de amor. E foi o que eu fiz.

Além de dançar, você malha?

Sim, mas não consigo ir sempre. Tudo mundo faz isso, né? (risos) Quando eu tenho um objetivo, fico muito focada, e vou sempre. Depois, eu relaxo e, antes de notar, já tenho que voltar para academia de novo. Quando a minha agenda está ok, malho uma hora por dia, cinco vezes por semana.

Sei que você é mega reservada. Mas por que demorou tanto pra falar que tinha casado?

Na verdade, eu ainda não disse que casei. (risos) Tudo bem, sei que você tem que perguntar.

Mas todo mundo já sabe…

Eu não nego, mas não falo sobre o assunto. (B. casou com o rapper Jay Z em abril de 2008)

O que você faria se fosse um garoto por um dia?

A primeira coisa que eu faria…. Eu adoraria saber como é chegar numa garota sabendo que você pode levar um fora. É preciso muita coragem!

Pra terminar, você como relaxa Beyoncé?

Adoro ir ao parque com meu sobrinho, mas o passeio dura uns 20 minutos, até juntar a multidão. Não sou o tipo de pessoa que não sai de casa por causa do assédio. É chato quando tem paparazzi e tal. Mas cada vez eu fico mais famosa, é fácil me adpatar e estou muito feliz. Fiz minha primeira gravação quando tinha 15 anos e, agora com 27, meu sucesso só aumenta. Eu estou muito feliz com a minha vida.

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s