SOS Corpo

 soscorpo

08
01/2013

O bronzeado que você pode ter de acordo com o seu tom de pele

Categorias: pele - Por Luise Takashina, em 08/01/2013 às 15:28

tomando-sol

Foto: Thinkstock

Não basta ficar lagarteando ao sol para ficar morenaça. É que a grande responsável pela pigmentação da nossa pele é a melanina e a capacidade de produzir melanina varia muito de pessoa para pessoa. Traduzindo: peles brancas produzem menos melanina que peles escuras. E é por isso que a sua amiga consegue ficar super morena-dourada e você não sai do vermelho-pimentão.

Isso não dá pra mudar. Mas, conhecendo os limites dá sua pele, dá pra trabalhar a favor de uma cor bonita e possível. Siga as dicas:

 

SUPERBRANCAS

Limite do bronzeado
Não adianta, você não nasceu pra ser morena. Por mais sol que você tome, não vai nunca sair do tom vermelho. Se insistir demais, vai ficar ardida e, em poucos dias, descascar. E além de não ser nada saudável, também não é nem um pouco bonito.

Como ficar mais bonita?
Se protegendo pra não ficar vermelha. O protetor solar deve ter fator 60, no mínimo. Fique sempre na sombra e use um chapéu para poupar o rosto dos raios solares.  Para ganhar um tom mais dourado, invista em autobronzeador – uma boa maneira de ganhar cor sem acabar com a pele.

pele-protetor-solar

Foto: Thinkstock

BRANCAS

Limite do bronzeado
Um leve tom mais escuro que a sua pele, que perderá o branco-vestibular e passará para um branco coradinho.

Como ficar com a cor mais bonita?
Tenha paciência e se exponha aos poucos ao sol. Na primeira semana, passe um protetor 60 e fique 20 minutos por dia no sol. Na semana seguinte, diminua a exposição para 10 minutos e siga assim até o fim do verão. Durante esse tempo, invista em alimentos de cores fortes, como cenoura, manga, mamão e brócolis, que são ricos em betacaroteno e estimulam a produção de melanina. Assim, você mantem a pele bonita e sem descascar durante toda a temporada

 

MORENAS

Limite do bronzeado
Como sua pele produz melanina facilmente, você pode ganhar o tom moreno-sonho, bem mais escuro que a sua pele.

Como ficar mais bonita
Não abra mão do protetor solar. Mesmo as peles mais morenas, podem ficar ressecadas e descascar com o excesso de exposição ao sol (sem contar os riscos pra saúde). Escolha um protetor fator 3o para o corpo e 50 para o rosto, que vai evitar manchas e o envelhecimento precoce dessa região.

 

NEGRA

Limite do bronzeado
Sua pele vai ficar cada vez mais negra. Bem cuidada, pode ganhar um aspecto mais brilhante!

Como ficar mais bonita
Use um filtro 15 e não fique mais do que 40 minutos por dia no sol, para evitar pele manchada e ressecada. Para garantir brilho, beba muita água, evite banhos muito quentes e capriche no hidratante após o banho.

03
01/2013

Por que o esmalte amarela na praia?

Categorias: corpo - Por Luise Takashina, em 03/01/2013 às 8:00

Foto: Dedoc/ Capricho

Por causa do iodo da água, da umidade e do sol. O protetor também ajuda a piorar as coisas: ele reage com o esmalte, fazendo com que a camada de verniz que protege a cor fique mais fraca. Assim, o esmalte fica sem brilho e pode pegar a cor dos outros produtos com que entra em contato, como hidratante, protetor solar e até hidratante para o cabelo. Como no verão você passa mais produtos pelo corpo, as unhas entram em contato com mais cosméticos e, por isso, parecem que mancham sempre nessa época do ano.

E como garantir que o esmalte dure no verão?

- Caso queira passar um esmalte clarinho, sempre passe duas camada de base fosca por baixo. Quem fez o teste garante que esse é um bom jeito de segurar a cor dos esmaltes pasteis e branquinhos na praia

- Passe, no máximo, duas camadas de esmalte e nunca esqueça de usar um extrabrilho por cima

- Em casa ou no salão, as camadas de esmalte devem ser  finas. Quanto mais grossas, mais fácil de estragar

- Use sempre esmaltes de marcas boas

- Se não quer que a sua manche tanto na praia, prefira as esmaltes escuros

Agora, já dá pra ficar com as mãos linhas também no calor.

Beijos!

 

30
12/2012

Protetor solar: como escolher o seu!

Categorias: corpo - Por Luise Takashina, em 30/12/2012 às 8:00

Foto: Dedoc/ Capricho

Você já sabe, mas não custa repetir: protetor solar protege a pele contra os raios nocivos do sol. Além de evitar doenças graves como o câncer de pele, ele também evita rugas, mantém a pele mais hidratada, impede que a gente descasque e, por tudo isso, colabora para deixar o bronzeado mais bonito e duradouro. 

Convencida? Veja como escolher o protetor ideal para você.

 

Fator de proteção

O fator de proteção base é o 30 para a maioria das meninas. Mas esse número pode variar pra mais ou pra menos, dependendo da sua cor da pele. Meninas muito branquinhas devem usar filtro 60 e, negras, podem usar fator 15. Vale lembrar que, mesmo com a pele protegida, você não deve ficar muito tempo no sol: o ideal é não passar de 20 minutos e no horário permitido (das 10 e depois das 16 horas). Difícil? Então pelo menos se lembre de reaplicar o produto a cada 2 horas.

 

Para usar no corpo

Pode ser em creme ou, se você é preguiçosa, em spray. Passe com cuidado, para não deixar nenhum espaço descoberto – ou você vai ficar toda manchada!

 

Para usar no rosto 

Escolha um produto específico para o rosto: eles são menos oleosos e, por isso, não colabora para o aparecimentos de espinhas. O fator de proteção pode ser ainda maior que o usado no corpo — assim, menos chance de aparecerem sardas, manchas ou rugas precoces. Use todos os dias, mesmo que você não vá à praia. O fator de proteção ideal é acima do 30.

 

Se você tem pele seca

Escolha um protetor em creme ou em loção. Como são mais gordurosos, além de proteger eles hidratam um pouco a sua pele.

 

Se você tem pele oleosa

O recomendado são protetores em gel ou oil-free, que protegem a pele e não tem gordura em sua composição. Isso é muito importante para quem tem espinhas nas costas e nos braços.

 

Se você passa muito tempo na água e pratica esportes na praia…

Escolha produtos resistentes à água e sempre reaplique depois do banho de mar ou da piscina. Correu e suou muito? Aplique o protetor no corpo todo novamente, mesmo que não tenha passado nem uma hora da primeira aplicação.

 

E pra não ter erro, mais duas coisas importantes: invista em marcas confiáveis e não economize: passe ao menos uma colher de sopa em cada perna, na barriga, nas costas e nos dois braços. Com saúde não se brinca, certo?

 

13
12/2012

Verão sem corrimento: os cuidados que você deve ter na praia!

Categorias: corpo - Por Luise Takashina, em 13/12/2012 às 21:40

verao-corrimento

Foto: Dedoc/CAPRICHO

Os dias de calor são uma delícia, mas vêm com um detalhezinho bem chato: se você não se cuidar, as chances de ter um corrimento aumentam e muito. Isso acontece porque a vagina fica mais úmida, seja pelo suor ou pelo biquíni molhado, o que ajuda na proliferação de fungos e bactérias.

Pra não ter que se preocupar com nenhuma infecção nas suas férias, olha só os cuidados que você deve tomar:

- Fique o menor tempo possível de biquíni molhado. Depois de sair da praia ou da piscina, tome uma ducha e coloque uma calcinha. Se quiser dar um mergulho mais tarde, coloque um biquíni seco. Se você já tem problemas com corrimento, mais cuidado: leve uma calcinha de biquíni seca para trocar na praia.

- A calcinha deve ser sempre de algodão. O tecido natural garante que a pele transpire numa boa. Os tecidos sintéticos, tipo náilon, podem abafar um pouco a vagina

- Na praia, evite sentar diretamente na areia. Vai que um cachorro passou por ali antes? Coloque sempre uma canga ou a saída de banho por baixo.

- Use muita saia, shorts larguinhos e vestidos. Assim, você se sentirá mais fresca e não sua tanto nas pernas . Deixe os jeans, especialmente os apertados, para os dias mais frios.

Se mesmo com todos esses cuidados você perceber que sua vagina anda coçando e que o corrimento que aparece em sua calcinha está com cheiro ruim, procure um ginecologista, ok? Vale até conversar com ele antes de sair de férias e anotar o telefone para tirar alguma dúvida que apareça.

Beijos!

11
12/2012

É preciso lavar os pinceis de maquiagem?

Categorias: corpo - Por Luise Takashina, em 11/12/2012 às 17:41

Fotos: Dedoc/ Gloss

Sim! Lavar os pinceis de vez em quando ajuda a evitar alergias e até espinhas: quando mais pó se acumula neles, maior a chance de eles entupirem os poros da sua pele do rosto. Veja só como limpar os seus:

1. Como lavar?
Molhe as cerdas e passe um pouco de xampu neutro nelas (pode ser sabão de coco também). Esfregue na palma da mão e enxague em água corrente. Faça isso até que a água saia limpa. Para evitar que as cerdas fiquem grudadas, passe uma gota de condicionador e enxágue. Cuidado para não molhar a parte metálica, que pode estragar com a umidade.

2. Como secar?
Deixe o pincel secar naturalmente, colocando em pé em um copo. Se estiver com pressa, seque as cerdas com secador, na temperatura morna.

3. Com que frequência lavar?
A cada 15 dias é suficiente.

Se você usa esponjinhas para se maquiar, saiba que elas podem ser limpas da mesma forma. E mais uma dica importante: nada de deixar seus pinceis no banheiro. A umidade pode fazer com que eles mofem. Sempre guarde tudo o que for de maquiagem em um lugar seco.

Beijos limpinhos!

Página 14 de 93« Primeira...1213141516...203040...Última »
Siga CAPRICHO no Instagram Siga CAPRICHO no Tumblr Siga CAPRICHO no Pinterest Siga CAPRICHO no YouTube Siga CAPRICHO no Flickr RSS
soscorpo